Notícias

Notícias

Adesivos em carros: o que pode e o que não pode 

Adesivos em carros: o que pode e o que não pode

Adesivos no carroDurante o período eleitoral, muitos cidadãos decidem colar adesivos nos carros, seja para mostrar a sua intenção de voto, seja para fazer propaganda de determinados candidatos. O que muitos têm dúvida é se pode ou não pode utilizar adesivos nos carros particulares e em que locais é permitida a colocação.

Segundo a legislação eleitoral e o Código de Trânsito Brasileiro, é permitido o uso de adesivos colocados nos vidros desde que não impeçam a visibilidade do motorista (adesivos do tipo perfurado), limitados no máximo à dimensão até 4m².

A colocação de bandeirolas, flâmulas e dísticos é permitida nos veículos particulares.

É proibido que os veículos, ainda que de propriedade privada, que dependam de concessão ou autorização do poder público (ônibus, táxis, moto-táxi, alternativos, carros de aluguel ou de placa vermelha) utilizem qualquer tipo de propaganda.

Envelopamento

Está proibido o uso de adesivos em toda a extensão da lataria do veículo, o que caracteriza envelopamento, por infração ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que versa sobre a alteração das características originais do automóvel, sem a respectiva autorização do órgão estadual de trânsito.


Artigos Recomendados Para Você

2 Comentários

  1. Donizeti José da Silva

    Esse aviso está sendo veiculado nesta campanha de 2020, no meu município. Para mim essa lei não passa de um abuso.Um abuso para com paciência de nós eleitores, feitos marionetes, “trouxas”. Não me envolvo com política, não manifesto publicamente minha posição partidária, sinto a cada dia mais que já passou da hora de “rasgar” meu título e dar fim de vez com essa palhaçada toda. Pois, a cada dia vejo que lixo é a política. è tão lixo que mesmo os orgãos das quais a oriundam, a admite. Os orgãos públicos criaram, nutrem a política e depois pune os “desavisados” que com ela se envolve. Está mais que passado da hora de nos organizarmos socialmente, alertar os eleitores, irmos para as ruas e exigirmos também que tirem o nosso nome do sitema eleitoral que é público este mesmo nos induz ao “erro, ilegalidade e a punições! Deveríamos também ciminalizar o Estado que nos induz a uma prática que pode nos levar ao erro!

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *