Notícias

Notícias

Veículos não estão com a manutenção em dia 

Resultado da avaliação gratuita de itens de segurança de automóveis na cidade de São Paulo mostra que 62% dos automóveis checados apresentaram pelo menos um problema nos itens de segurança, sendo que 38% estavam com deficiência nos freios.

A avaliação gratuita, que teve início em outubro, na zona sul da capital paulista, mostra que 62% dos carros checados apresentaram pelo menos um problema em itens de segurança (freios, suspensão e faróis). Passaram pelo serviço gratuito oferecido pelo Programa Carro 100% / Caminhão 100% / Moto 100% – iniciativa do GMA (Grupo de Manutenção Automotiva) que visa conscientizar o motorista sobre a importância da manutenção preventiva – mais de uma centena de automóveis e em 38% foi constatada deficiência nos freios, fato preocupante por estar ligado diretamente à segurança do veículo. “Em condições normais, a 50 km por hora, o motorista deve manter a distância de 45 metros do carro da frente. Já quando as lonas estão desgastadas com o uso, a frenagem fica mais difícil e o risco de acidente aumenta, uma vez que o componente não corresponde com a mesma eficiência quando as lonas estão em bom estado de uso”, afirma o coordenador do GMA, Antônio Carlos Bento.

Com relação à suspensão (amortecedor, coxins e molas) e fluido de freio, 8% e 9% dos veículos, respectivamente, tinham algum problema.

O Check-up Gratuito Carro 100%, realizado pelo GMA, com a linha de equipamentos automatizada, projetada especialmente para ser itinerante, indica que o motorista não tem o hábito de fazer a manutenção preventiva que, além de mais segura, é mais barata 30%, em média, do que a corretiva. Isso não mudou nos últimos anos. Dados de um trabalho semelhante realizado, há três anos, na cidade de São Paulo comprovam esta informação.

Relatório de resultados das Inspeções Veiculares Gratuitas, efetuados de 2006 a 2009, pelo Programa Agenda do Carro em vários pontos da capital paulista revela que os 2.111 veículos checados apresentaram pelo menos um problema dos 27 itens avaliados. “Ainda que uma amostra pequena em comparação ao número de veículos que circula em São Paulo os dados são preocupantes em relação ao estado de conservação dos veículos, fator que pode colocar em risco a vida dos motoristas, ocupantes e de outras pessoas”, alerta Bento.

Os sistemas e componentes que tiveram maior índice de falhas são:

• Correias auxiliares – 51,30%
• Sistema de arrefecimento – 44,40%
• Correia dentada – 43,20%
• Limpador e lavador de pára-brisa – 41,60%
• Vazamento de óleo do motor – 35,10%
• Lâmpadas de faróis principais – 31,20%
• Emissões de gases poluentes – 23,10%
• Embreagem e sistema de acionamento – 20,50%

Por isso, iniciativas como o Check-up Gratuito Carro 100% são importantes para verificar o estado da frota circulante e conscientizar o motorista sobre a importância da manutenção preventiva para garantir a segurança no trânsito.

Pesquisa da GIPA – órgão de pesquisa internacional especializado em pós-venda – que identifica o comportamento do motorista com relação aos cuidados com o veículo também confirma os resultados das avaliações gratuitas. Em uma amostra de 3 mil motorista, o índice de manutenção preventiva diminui quando aumenta a idade do carro. O levantamento aponta que 80% levam o veículo para revisão nos primeiros dois anos de uso. A partir de três anos, esse índice cai para 59%, com cinco anos só 51% faz manutenção preventiva e acima de 10 anos apenas 45%. Com mais de 20 anos de idade, o 39% disseram levar o veículo a uma oficina para revisão.

Sobre o Programa Carro 100% / Caminhão 100% / Moto 100% – Foi criado, em 2008, pelo GMA – Grupo de Manutenção Automotiva, que reúne entidades do mercado de reposição automotiva (Sindipeças, Andap, Sincopeças e Sindirepa), como forma de orientar o motorista sobre a importância da manutenção preventiva do veículo para melhorar a segurança no trânsito. O programa tem outras ações voltadas ao engajamento dos profissionais da reparação, além de cursos voltados á capacitação.

Desde 2009, em parceria com o Grupo CCR, o Caminhão 100% participa do projeto Estrada para Saúde, na Rodovia Presidente Dutra, com avaliações gratuitas mensais de vários componentes feitas por técnicos especializados.

Fonte: Segs.com

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *