Notícias

Notícias

Violência no trânsito: saiba como evitar brigas e manter uma direção segura 

Violência no trânsito: saiba como evitar brigas e manter uma direção segura
Foto: Divulgação.

Com mais de 9 mil mortes por violência no trânsito no primeiro trimestre, os dados preocupam. Conheça outros números dessa violência e o que pode ser feito para evitar o problema.

Por Jeniffer Elaina –

do PlanodeSaude.net

Violência no trânsito
Foto: Divulgação.

O Brasil conta com aproximadamente 74 milhões de pessoas habilitadas, sendo essas responsáveis por dirigir diferentes veículos automotores e também as que estão mais propensas a se envolver na violência no trânsito.

Atualmente, foi sancionada uma lei que altera o Código de trânsito e alguns pontos causam preocupação, como a ampliação da pontuação para que se tenha a carteira suspensa. As mudanças acendem um alerta porque o número de vítimas de acidentes é bastante alto.

O Brasil ocupa a 4ª posição no mundo quando o assunto é mortes por violência no trânsito, perdendo apenas para países como China, Índia e Nigéria.

Essa posição do País e as estatísticas de trânsito preocupam, pois apenas no primeiro semestre de 2020 foram pagas mais de 125 mil indenizações do seguro DPVAT para acidentes envolvendo motocicletas.

Os acidentes com ciclistas também têm aumentado e desde 2010 foram registradas mais de 13 mil internações hospitalares apenas no SUS. Parte desses acidentes foram resultado das más condições das vias e quedas e 55% de colisão com outros veículos.

O que se pode dizer é que os dados de trânsito no Brasil são bastante preocupantes. Enquanto países como França, EUA e Espanha têm médias de 50 a 70 feridos para cada morto, por aqui esse número chega a 1 morto para cada 14 feridos.

Se olharmos nos últimos 10 anos, são cerca de 5 mortos por violência no trânsito a cada 60 minutos e isso impacta não apenas em vidas, mas em custos para o SUS, que são quase R$ 3 bilhões para atender esses casos.

Como evitar brigas e prevenir a violência no trânsito

Parte das mortes e acidentes por violência no trânsito poderia ser evitada com motoristas mais prudentes que causassem menos desavenças ao volante.

O primeiro passo para evitar as brigas é diminuir o estresse no trânsito, por isso, sempre saia de casa mais cedo para que possa fazer seu caminho sem pressa ou ficar irritado com o trânsito parado.

Ser gentil ao volante também é indicado. Sempre que possível, dê passagem, não fique buzinando e sinalize. Se cometer algum erro, saiba pedir desculpa e não xingue quem não segue esse mesmo conselho.

Seguir as leis é fundamental, pois, fazendo a coisa certa dificilmente cometerá um erro e não causará desavença com outros motoristas.

Além disso, o bom senso é bem-vindo. Além da legislação, em alguns casos é preciso avaliar a situação e se posicionar da melhor maneira.

O mais importante é que se algum motorista quiser brigar, você deve evitar a discussão. Sempre há um esquentadinho que adora uma briga, então mantenha a calma e evite se envolver.

Se possível, vá embora ou, em situações mais graves, chame a polícia.

Mantenha a direção segura

A violência no trânsito também pode ser resultado da imprudência dos motoristas com falta de manutenção do veículo e hábitos ao volante que resultam em acidentes. Para que isso não aconteça com você, saiba o que fazer para ter uma direção segura.

Em dias de chuva, a atenção deve ser redobrada, pois o piso tende a ficar mais escorregadio e a visibilidade diminui, então reduza a velocidade, tenha certeza de que os pneus estão em bom estado e use o para-brisas e desembaçador de vidros, se for necessário. Correr está proibido.

Manter uma distância do veículo da frente ajuda a prevenir colisões. No caso de haver uma frenagem brusca, terá tempo de parar o seu carro sem que ele colida com o veículo da frente.

As sinalizações devem sempre ser respeitadas, seja em relação a velocidade da via, preferências de ultrapassagem, sinal vermelho e outras. Todas elas são elaboradas para diminuir os riscos e, sendo respeitadas, ajudarão a prevenir a violência no trânsito.

Os motoristas também devem adotar alguns cuidados antes de entrar no carro, como não estar com sono ou ter ingerido bebidas alcoólicas.

Isso garantirá que se tenha maior atenção ao volante e consiga responder rapidamente em casos de imprevistos.

Além disso, o uso do cinto de segurança é obrigatório e pode ajudar a reduzir o número de mortes em vias públicas, pois protegerá motoristas e ocupantes evitando que sejam arremessados do veículo em colisões.

Por fim, garantir a manutenção do veículo é essencial. As revisões periódicas devem ser feitas conforme recomendação do fabricante, substituindo as peças que não estão em bom estado. Os níveis de água e fluidos precisam ser verificados da maneira correta.

Outro ponto que muita gente não dá atenção são os pneus, pois eles não podem estar carecas, precisam estar alinhados e a calibragem deve garantir que estejam sempre cheios. Esses pontos garantirão mais estabilidade ao veículo.

Depois de conhecer um pouco sobre os dados da violência no trânsito e saber o que pode ser feito para evitar esse tipo de problema é possível se tornar um motorista melhor e contribuir com a segurança nas vias.

 

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *