Notícias

Opinião

Acidente aéreo e acidente de trânsito: qual a diferença? 

O desaparecimento do avião da Air France, que levava 228 pessoas para a França neste final de semana tem causado grande consternação entre os parentes e amigos dos passageiros e tripulação. Afinal ninguém sabe ao certo o que realmente aconteceu. Porém acidentes de grande monta sempre assustam e mobilizam a população em prol das vítimas. De proporção menor, mas tão grave quanto este acidente aéreo, foi o caso do jovem de 19 anos que no último sábado, em São Paulo, atropelou de propósito dois jovens, matando um deles. Este jovem se apresentará hoje à polícia, graças às câmeras que idenficaram seu veículo no momento do crime. Independe de ser acidente aéreo ou de trânsito, de haver muitas ou poucas vítimas, é possível perceber o valor e a fragilidade da vida humana diante destas situações. Ninguém quer e nem espera este desfecho para sua vida. Porém, quando acidentes acontecem, a tristeza e a dor da perda são igualmente sentidos pelas pessoas que ficam, sejam parentes ou amigos de quem morreu em acidente aéreo ou de trânsito. Mas nem tudo é fatalidade, pois no caso do atropelamento, matar o próximo foi uma decisão pessoal e proposital e que poderia ter sido evitada. Quantas vezes temos comportamentos perigosos no trânsito, mesmo sem a intenção de matar, mas que podem acarretar acidentes e a morte de pessoas? Acredito que causar acidentes no trânsito sempre depende de decisão pessoal e da percepção de cada um sobre o valor da vida! Aguardo seu comentário.

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *