Trending News

Notícias

Campanhas de Conscientização no Trânsito

Jaraguá do Sul investe em educação para diminuir as fatalidades no trânsito 

Jaraguá do Sul investe em educação para diminuir as fatalidades no trânsito

Alunos da Escola Albano Kanzler Todas as vezes que recebemos notícias sobre os acidentes de trânsito, logo em seguida ouvimos a opinião da comunidade e de especialistas afirmando que “falta mais educação de trânsito”. Diante disto, o que uma cidade pode fazer para diminuir ou acabar de vez com estes acidentes? Esta foi a pergunta que motivou a prefeitura de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, a implantar o Projeto Comunidade e Trânsito, voltado à educação das crianças para o trânsito, envolvendo toda a rede municipal de ensino. Esta atitude é uma resposta efetiva diante dos números expressivos de acidentes de trânsito na cidade, que tem aumentado ano a ano, segundo os dados do 14º Batalhão da Polícia Militar de Santa Catarina. De 2009 para 2010, os acidentes em Jaraguá do Sul aumentaram em 5,35%, com uma média mensal de 210 acidentes atendidos pelos Bombeiros. Foram 3.901 acidentes, que deixaram 1.322 pessoas feridas no ano passado. O número de mortes aumentou de 21 para 46 em 2010. Este cenário é mais do que suficiente para justificar a importância do projeto, que, segundo a prefeita Cecília Konell “é fundamental para a cidade, pois acreditamos que a educação começa em casa e se estende na escola e que, quando a criança é preparada constantemente para enfrentar os perigos do trânsito, as chances de se machucar ou de morrer diminuem muito”. Além disso, para a Coordenadora de Ações Educativas, Leníria de Cássia Menel “a criança é um ‘pequeno professor’ que ensina para os seus colegas e alerta os pais sobre as atitudes corretas no trânsito. Tudo o que é importante para a vida da criança ela ensina para os outros”. É isto que o Projeto Comunidade e Trânsito tem feito: os professores utilizam o material didático “Educando crianças para o trânsito” que, por meio de técnicas audiovisuais, desperta a curiosidade e a participação do aluno. O método desenvolve a percepção de risco e o sentido de autopreservação, bem como fornece condições para que a criança possa adotar e incorporar comportamentos preventivos para cada situação de perigo no trânsito. Os alunos são estimulados a discutir e participar de atividades que as conduzam a refletir e buscar soluções para os desafios propostos. A partir disso as crianças multiplicam este conhecimento para a família. Neste processo, o Projeto Comunidade e Trânsito acaba envolvendo toda a sociedade jaraguaense e as escolas municipais têm um papel fundamental, pois “o apoio efetivo da equipe pedagógica e dos professores contribui significativamente para que o trânsito seja mais humano e seguro”, afirma a especialista de trânsito da Tecnodata, Êrica Nickel. Além disso, a gestão integrada das ações da Diretoria de Trânsito e da Secretaria Municipal de Educação do município tem proporcionado o sucesso do Projeto, que envolve o trabalho nas escolas e também o monitoramento e acompanhamento mensal das atividades, por meio de um sistema on-line e de visitas às escolas. “Esta estratégia dá suporte para que a prefeitura e a Diretoria de Trânsito façam o acompanhamento do Projeto, mantendo-o vivo e identificando a evolução de todo o trabalho realizado nas escolas”, afirma Paulo Cesar Komgenski, da Diretoria de Trânsito de Jaraguá do Sul.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *