Notícias

Educação

Juventude palmense é destaque na Semana Nacional do Trânsito 

A presença da juventude em boa parte dos acidentes de trânsito em Palmas chamou a atenção das autoridades, que optaram por focar nesse público a programação da Semana Nacional de Trânsito, aberta oficialmente na manhã desta sexta-feira, 14, na Escola de Tempo Integral Eurídice de Melo, no Jardim Aureny III. A cerimônia teve a participação do prefeito Raul Filho, do Cel Benvindo, secretário da pasta, e do consultor do Ministério da Saúde, Luiz Otávio Maciel, que também é membro do Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN. Também estiveram presentes representantes de órgãos parceiros ao Projeto Vida no Trânsito – PVT.

 

Ao fechar o relatório geral das ações das cinco cidades que participam do PVT, a Organização Mundial da Saúde – OMS deu importante reconhecimento a Palmas, como a única que reduziu os índices de acidentes de trânsito em todas as metas estabelecidas quando o Projeto foi iniciado, em 2010. Os números alcançados por Palmas e pelas demais capitais – Campo Grande – MS, Teresina – PI, Curitiba – PR, e Belo Horizonte – MG – foram divulgados pelo Ministério da Saúde durante a abertura da programação da Semana Nacional do Trânsito.

O prefeito Raul Filho ressaltou os bons números conquistados graças à parceria entre à Prefeitura – com dezenas de intervenções via Secretaria Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes – SMSTT – órgãos ligados à segurança viária e o PVT. Raul, entretanto, reconheceu que poderia haver menos ocorrências e chamou a atenção de todos para mudanças de atitude, respeitando a legislação. “Palmas é uma cidade com o traçado das vias bem diferente, largas e com várias pistas e isso deveria favorecer um tráfego com menos violência e vítimas”, disse. O gestor completou: “Por ano, os governos gastam, em média, R$ 27 bilhões com as vítimas do trânsito”.

Para Luiz Otávio, a diminuição das ocorrências passa diretamente pela redução da velocidade e pela mudança de cultura em relação a algumas atitudes. “Precisamos parar de olhar para uma tragédia a partir dos danos materiais. Temos que nos preocupar é com a vítima que foi ou não a óbito”, disse o representante do Ministério da Saúde durante sua palestra.

 

Jovens

O tema da Semana Nacional do Trânsito é “Década Mundial de Ações Para a Segurança no Trânsito -2011- 2020: não exceda a velocidade, preserve a vida”. A programação, iniciada já nesta sexta-feira, 14, tem boa parte de suas atividades voltadas para a juventude já que, segundo estatísticas da SMSTT, esta faixa etária é maioria nas ocorrências. No primeiro semestre desse ano, mais de 700 pessoas com idades até 29 anos já se envolveram em acidentes.

Os dados apontam que entre janeiro e julho, 2.451 ocorrências já foram registradas, sendo que 1466 tinham vítimas (40%), e 985 sem vítimas. No período houve também 16 mortos e 41 menores envolvidos.

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *