Notícias

Campanhas de Conscientização no Trânsito

Ministério adere a mobilização contra acidentes de trânsito 

Ministério adere a mobilização contra acidentes de trânsito
Foto: Arquivo Tecnodata.

Acidentes de trânsito no Brasil

Movimento Maio Amarelo busca conscientizar população sobre altos índices de mortes e de ferimentos no trânsito

O Ministério das Cidades, por meio do Pacto Nacional pela Redução de Acidentes (Parada- Um Pacto pela Vida), aderiu ao movimento internacional de mobilização e conscientização para a redução de acidentes no trânsito, o Maio Amarelo – Atenção pela vida.

A mobilização foi organizado pela Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro após o sucesso dos movimentos Outubro Rosa, em prevenção ao câncer de mama e Novembro Azul, em prevenção ao câncer de próstata.

Durante todo o mês de maio, os monumentos e prédios simbólicos do País receberão iluminação amarela. O Parada realizará ações educativas de conscientização com a distribuição de bafômetros com etiquetas do movimento para estados e ONG’s. Além de sensibilização da sociedade em espaços públicos com palestras e fiscalizações educativas em escolas, universidades, shoppings e estradas de todo o país.

O movimento Maio Amarelo busca sensibilizar e conscientizar toda a população sobre os altos índices de mortes e feridos no trânsito no país e no mundo. Para colaborar com a ação, os funcionários do Ministério das Cidades poderão tirar uma foto com a logo do movimento e imprimir.

Saiba mais

A cor amarela é em alusão à sinalização de advertência, utilizada nas placas de trânsito que simboliza atenção. O movimento incentiva a divulgação da logo do Maio Amarelo em ônibus, automóveis, acessórios de ciclistas e motociclistas, além do uso do fitilho amarelo na lapela.

O mês de maio foi escolhido em comemoração ao Dia Mundial da Segurança Viária e do Pedestre, com a realização da Semana Mundial de Segurança do Pedestre, lançada em 2013. A semana também é conhecida como Campanha Zenani Mandela, em memória da neta de Nelson Mandela, vítima fatal do trânsito na África do Sul em 2010, com apenas 13 anos.

Outra referência mundial ao mês é realização do balanço das ações concretizadas desde que a Organização Mundial das Nações Unidas (ONU) decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito. Os países membros uniram esforços na redução de 50% no número de feridos e mortos no trânsito durante os próximos dez anos (2011 até 2020).

Com informações da Assessoria de Imprensa

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *