Notícias

Notícias

Ação conscientiza motoristas sobre cuidados no carnaval 

Centenas de pessoas estão se preparando para pegar a estrada nesta véspera de carnaval. De olho nos motoristas, que partirão de Montes Claros (MG), o sindicato que representa a categoria dos trabalhadores em transportes rodoviários realizou na manhã desta sexta-feira (8), uma ação no centro da cidade para conscientizar os motoristas quanto aos riscos de dirigir sob efeito de bebida alcoólica. A MCTrans, empresa responsável pela administração do trânsito em Montes Claros, e a Polícia Militar também participaram da ação.

Foram distribídos panfletos com informações sobre as novas regras em vigor com a alteração da Lei Seca. Agora, quem for flagrado dirigindo embriagado pode receber pena de seis meses a três anos de prisão, e pagar multa de R$ 1.915, além de responder a processo administrativo. Para quem já tiver cometido alguma infração, o valor sobe para R$ 3.800. Outra punição é a suspensão da carteira de habilitação por um ano. De acordo com o tenente da PM, William Pereira, todos os homens do pelotão de trânsito estarão empenhados na operação de carnaval, com fiscalizações nas saídas de Montes Claros e outras cidades de maior movimento neste período, como Januária e Grão Mogol. As primeiras blitzes de carnaval começam às 16h desta sexta. “A Polícia terá tolerância zero quanto à ingestão de bebida alcoólica, tendo em vista que as fiscalizações já estão sendo desencadeadas para combater esses abusos”, destaca. Ainda segundo o tenente, o etilômetro será utilizado em todas as fiscalizações.

Imprudência

Durante cerca de 40 minutos que a reportagem do G1 acompanhou a ação de conscientização, no cruzamento entre as avenidas Mestra Finhinha e Deputado Esteves Rodrigues, na região central de Montes Claros, grande parte dos motoristas que passaram pelo local foram flagrados sem o cinto de segurança. “Quase 90% do condutores não estavam usando o cinto. Eles começavam a descer [a avenida], viam a gente uniformizado e só aí colocavam o cinto”, revela o chefe de seção da MCTrans, Fabiano Soares. Outra infração comum na cidade é a utilização de celulares ao volante. De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Montes Claros, Antônio Roberto Guedes, as montadoras de veículos também têm responsabilidade, mesmo que indireta, nos acidentes que ocorrem nas rodovias. “Se há um limite de no máximo 100 quilômetros por hora em determinados trechos de rodovia, por que colocar num carro a capacidade de rodar a 300 quilômetros por hora?”, critica.

Carnaval 2012

No ano passado, segundo dados das polícias Rodoviária Federal e Estadual, 45 pessoas morreram e 738 ficaram feridas no feriado de carnaval em Minas Gerais. Em todo o ano passado foram registrados 968 acidentes nas estradas que cortam o estado.

Fonte: Globo.com

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']