Notícias

Bicicleta

Ciclistas criam página que ajuda a recuperar bicicletas roubadas 

Ciclistas criam página que ajuda a recuperar bicicletas roubadas

Bicicletas roubadas

Com a bike registrada no site é possível indentificar se o veículo tem dono

Quatro moradores do Distrito Federal criaram um site com a intenção de recuperar bicicletas roubadas – o Bike Registrada. A ideia é que ciclistas de todo o Brasil possam fazer seu cadastro gratuitamente e ajudar a impedir que ladrões consigam vender bikes roubadas.

Com a  bicicleta registrada no site, sempre que alguém  tentar vender o produto roubado , o interessado na compra poderá consultar se a bike tem dono.

Depois de realizado o cadastro no site, os ciclistas podem arquivar quantas bicicletas quiserem. Caso o veículo seja vendido para outra pessoa, o antigo dono pode transferir a bicicleta para o novo comprador. Com um alerta de roubo, o usuário pode acionar um aviso que informa, no momento da consulta, que a bike é roubada.

Lançado no dia 10 de dezembro de 2013, atualmente o site está com quatro mil cadastros. Os idealizadores do projeto pretendem auxiliar a polícia nas abordagens e ajudar na recuperação dos produtos, mas até o momento não existe nenhuma parceria firmada.

Um dos idealizadores do projeto Maxmuller Poeck, diz que o propósito é ajudar a promover segurança para os ciclistas:

— O governo brasileiro tem visto o uso da bicicleta como uma das alternativas de mobilidade que podem ajudar a melhorar o trânsito, mas a preocupação está muito voltada para a infraestrutura, porém, pouco se tem feito em relação à segurança.

Jairo Neiva, de 37 anos, ciclista há três anos, conta que desde o lançamento do site ele está cadastrado. Para ele o Bike Registrada não vai inibir os roubos, mas aumenta as chances de recuperar o veículo.

—Veio pra contribui, pra ajudar. Acho que é uma ideia inovadora e o estado já devia ter promovido.

Muitos ciclistas estão aderindo ao plano de ter sua bicicleta registrada. O ciclista Renato Rezende, que pedala há dois anos, conta que no grupo de ciclistas que participa, as pessoas são incentivadas a realizar o cadastro, mas os novos membros só podem participar se comprovarem que a bicicleta tem registro e o veículo não é roubado.

A ideia

O propósito de criar uma página na internet com esta finalidade surgiu quando Maxmüller Poeck, que pedala há dois anos na companhia de amigos, perdeu a disponibilidade de horário para praticar com os colegas. Max recebeu recomendações para não pedalar sozinho em consequência ao número de assaltos a ciclistas. Então, quando não conseguia companhia, não pedalava.

— Passei a pensar se seria possível mudar este cenário, aí veio a idéia de criar um cadastro nacional.

Max apresentou o projeto para os três amigos Marcos Samarone, Alexandre Ramos e José Rubem, também moradores do DF, que apoiaram o trabalho e se uniram para começar a desenvolver o site, que pode ser acessado pelo link www.bikeregistrada.com.br.

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *