Notícias

Notícias

Dia da Mulher: elas se envolvem menos em acidentes 

 

Da Redação do Portal do Trânsito

No Dia Internacional da Mulher, elas têm muito que comemorar: independência financeira, sucesso na carreira conciliando com a maternidade e também o fato de serem boas motoristas. É o que dizem as estatísticas.

De acordo com dados do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), 40.610 brasileiros foram vítimas fatais no trânsito do país em 2010, com 3016 mortes a mais que em 2009, quando foram registrados 37.594 óbitos. O levantamento do Ministério da Saúde aponta, ainda, que o número de homens que morrem no trânsito é quase quatro vezes maior do que o de mulheres. Em 2010, 31.675 homens (78%) e 8.935 mulheres (22%) perderam a vida no trânsito.

O menor índice das mulheres nas estatísticas de trânsito também é levado em conta pelas empresas seguradoras de veículos. Uma mulher casada, com mais de 30 anos, chega a pagar 20% a menos de seguro que um homem nas mesmas condições.

Segundo Celso Mariano, especialista em trânsito e diretor do Portal do Trânsito, o fato de a mulher ser mais cuidadosa tem muitas explicações, inclusive culturais. “Elas começaram a dirigir com mais cautela já que as ruas eram tidas como um ambiente tipicamente masculino. Além disso, elas têm o instinto materno que, no trânsito, se manifesta como um maior cuidado para evitar acidentes e proteger a vida”, afirma.

Mariano diz que o preconceito com a mulher no trânsito ainda é grande. “As pessoas não sabem, mas muitas mulheres participam dos bastidores da organização do trânsito, como diretoras de ensino, instrutoras em Centros de Formação de Condutores, e em decisões estratégicas, educacionais e de organização nos órgãos que administram o trânsito nas cidades e rodovias”, complementa.

O especialista dá dicas para que elas não se tornem objeto de crítica. “É preciso se interessar e cuidar da manutenção do veículo, trocar o óleo, não deixar acabar o combustível e inclusive calibrar os pneus. São atitudes simples, mas que fazem a diferença para aumentar a segurança e para evitar os principais motivos de crítica masculina”.

Na hora de estacionar

Uma pesquisa encomendada por uma empresa britânica sugere que as mulheres são melhores que os homens também na hora de estacionar os carros. O estudo, encomendado por uma rede de estacionamentos, observou 2.500 motoristas em 700 estacionamentos espalhados pela Grã-Bretanha durante um mês e revelou que as mulheres podem até precisar de mais tempo para estacionar, mas têm mais probabilidade de deixar o carro centralizado na vaga.

O estudo também descobriu que as mulheres são melhores na hora de encontrar espaços e mais precisas na hora de alinhar o carro antes de iniciar cada manobra.

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']