Notícias

Bicicleta

Dia do ciclista: cuidado e respeito são fundamentais! 

Dia do ciclista: cuidado e respeito são fundamentais!

Dia do ciclistaHoje, 19 de agosto, é comemorado o dia do ciclista. Essa data faz alusão a um marco triste. Em 2006, nesta data, Pedro Davison, um estudante de biologia prestes a se graduar, foi atropelado por trás em faixa onde era proibida a circulação de veículos e morto em pleno Eixo Rodoviário do Distrito Federal. Pedro tornou-se vítima fatal de um motorista que transgrediu os preceitos do Código de Trânsito Brasileiro.

Esse momento é de reflexão, pois no Brasil existem hoje 70 milhões ciclistas e a bicicleta tende a ganhar cada vez mais adeptos devido à qualidade de vida e ao meio ambiente proporcionados por esse veículo.

As bicicletas, bem como quaisquer veículos não motorizados, são frágeis e vulneráveis, por isso o cuidado deve ser redobrado. Além disso, eles têm preferência sobre os demais veículos automotores, mas nem por isso devem desrespeitar as leis e a sinalização. “Todos os cidadãos têm direitos e deveres no trânsito. Por isso devemos cumprir as regras e respeitar os demais usuários”, explica Elaine Sizilo, especialista em trânsito e consultora do Portal.

A regra fundamental para os motoristas é respeitar a distância lateral de 1,5m ao ultrapassar ciclistas, além disso, dar a preferência e facilitar a passagem em cruzamentos e conversões. “O condutor deve estar sempre atento aos retrovisores, com especial atenção aos pontos cegos”, destaca a especialista.

Outra dica para os motoristas é o cuidado ao abrir as portas do veículo, quando estiver estacionado ou parado, em congestionamentos ou cruzamentos.

Para os ciclistas, há cuidados que dependem deles e normas que devem ser respeitadas. “É importante que o ciclista utilize o capacete, pois mesmo pequenos acidentes podem causar traumatismos cranianos. Além disso, a bicicleta deve ser equipada com dispositivos refletivos e todos os equipamentos de segurança obrigatórios”, argumenta Sizilo.

Os ciclistas também não devem utilizar fones de ouvido, devem usar a audição exclusivamente para os sons do trânsito.

O usuário de bicicleta deve conscientizar-se de sua fragilidade e trafegar preferencialmente por pistas exclusivas. “Quando não houver, devem utilizar o bordo da pista, no mesmo sentido dos demais veículos”, explica a especialista.

Outra dica para o ciclista é ser previsível, certificando-se de que está sendo visto. “Respeitar os demais usuários, como os pedestres, não transitando montado pela calçada, além de obedecer aos sinais de trânsito e regras de preferência”, aponta Sizilo.

De acordo com a especialista, os “motoristas” ainda não se acostumaram com a presença dos ciclistas nas ruas e diante desse conflito, é previsível qual o lado que sai perdendo. “Os ciclistas são usuários mais frágeis no trânsito, qualquer queda pode ser fatal. É preciso que os condutores comecem a levar em consideração a presença dos ciclistas colocando em prática a direção defensiva e respeitando as normas de legislação. Por outro lado, os ciclistas têm os seus deveres e também precisam respeitar as leis de trânsito, pois parece que eles ainda não se enxergam como parte do todo. Enfim, cada um tem que fazer a sua parte”, conclui Sizilo.

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *