Trending News

Notícias

Notícias

Encerrado prazo para solicitar CNH Social em outubro de 2015 

Encerrado prazo para solicitar CNH Social em outubro de 2015

Artigo enviado ao Portal

CNH SocialEncerraram-se no dia 11 de outubro a última segunda chamada para candidatos a carteira de habilitação Social (CNH Social) oferecidas pelo SEST- SENAT. As vagas oferecidas, para as categorias B, C, D e E, estavam disponíveis por terem sobrado do dia 20 de setembro, pois os motoristas contemplados pelo benefício na ocasião não se encaixavam no perfil necessário para solicitação da CNH Social. A habilitação social foi oferecida em diversas cidades do Brasil, em diferentes centros de formação de condutores, alguns com ampla oferta de vagas para participação. O programa CNH Social contempla tanto a formação de novos condutores quanto a profissionalização de motoristas.

Pré-Requisitos para participar do Programa

A CNH social possui alguns requisitos, descritos em edital público, para concorrer ao benefício. Existem dois tipos de habilitação distribuídos, a CNH Social para Primeira Habilitação para o Transporte e a CNH Social para Habilitação Profissional para o Transporte. Os requisitos para participar nos programas são ligeiramente diferentes, sendo que no primeiro é necessário:

  • Saber ler e escrever;
  • Comprovar renda de até 3 salários mínimos;
  • Ter entre 18 e 27 anos de idade no ato da inscrição.

Já os requisitos para que deseja mudar de categoria de habilitação para transporte profissional são os seguintes:

  • Saber ler e escrever;
  • Comprovar renda de até 3 salários mínimos;
  • Ter entre 21 e 50 anos de idade no ato da inscrição.
  • Já possuir carteira de habilitação categoria B, C ou D há pelo menos 12 meses;
  • Não ter cometido infrações graves, gravíssimas ou ser reincidente em infrações médias nos últimos 12 meses.

As vagas que foram oferecidas durante a segunda chamada estão descritas na tabela a seguir:

Primeira Habilitação

Habilitação profissional

São Paulo/Vila Jaguará (SP) 611 São Paulo/Vila Jaguará (SP) 331
Porto Alegre (RS) 17 Maceió (AL) 425
Porto Velho (RO) 371 Bento Gonçalves (RS) 94
Cariacica (ES) 242 Simões Filho (BA) 448
Recife (PE) 50 Divinópolis (MG) 11
Contagem (MG) 74 Campo Grande (MS) 139
Simões Filho (BA) 63 Belém (PA) 590
Florianópolis (SC) 205 Santo André (SP) 318
Araraquara (SP) 245 Aracaju (SE) 419
Divinópolis (MG) 7 Pelotas (RS) 111
Campo Grande (MS) 369 São Vicente (SP) 135
Campinas (SP) 373 Campina Grande (PB) 93
Santo André (SP) 291 Santarém (PA) 70
São José do Rio Preto (SP) 231 Guarulhos (SP) 251
Aracaju (SE) 445
Uberaba (MG) 15
Palmas (TO) 467
Jacareí (SP) 227
Santarém (PA) 117
Taubaté (SP) 217
Três Lagoas (MS) 97
Araxá (MG) 17
Imperatriz (MA) 391
Blumenau (SC) 243
Guarulhos (SP) 367
Três Pontas (MG) 146

Quem tem direito a CNH Social

A inscrição para o programa CNH Social é gratuita, bem como todo o processo para realizar a carteira de habilitação. Para participar, o candidato deve possuir inscrição no CADÚNICO – Cadastro Único, que pode ser realizado na secretaria de assistência social do seu município, além de se enquadrar nas regras dispostas acima.

Vale lembrar que quem realizar a inscrição e iniciar o processo para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação, terá de cumprir todos os passos até obter a sua carte de motorista, pois, caso desista no meio do processo, terá de devolver ao SEST-SENAT o valor do investimento social das aulas e exames já realizados que não resultaram em um motorista habilitado.

Cotas para motoristas

Também vale ressaltar que o programa de habilitação social estabelece cotas, que variam de Estado para Estado. São estabelecidas cotas raciais para negros de acordo com o percentual da população afrodescendente em cada Estado, e cotas de até 50% para mudança de categoria para motoristas mulheres, para promover ao acesso das mulheres ao mercado de trabalho na profissão de motorista, que atualmente é composta por até 95% de homens em alguns estados.

Fonte: Site Bolsa Família.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *