Notícias

Notícias

Falta de manutenção compromete a vida útil dos pneus 

Hélio Cardoso*

Os pneus são as únicas partes do carro que tem o contato direto com o solo, portanto afetam diretamente a estabilidade, o conforto, a frenagem e a segurança do seu veículo. Para um desempenho seguro, os pneus não devem apresentar nenhum tipo de anomalia, estar com a pressão indicada pelo fabricante, profundidade dos sulcos adequada (mínimo de 1,6 mm), alinhamento e balanceamento das rodas conforme padrão original de cada modelo específico. Mas nem todos os problemas verificados em um pneu são provenientes exclusivamente deste componente veicular.

A manutenção incorreta de outros componentes reflete diretamente no desgaste prematuro dos pneus, provocando a necessidade de troca. Deixar de fazer a verificação e troca de componentes relacionados aos sistemas de suspensão, freios e direção são as principais causas para o desgaste prematuro dos pneus.

É comum depararmos com o desgaste dos pneus, principalmente dianteiros, de forma irregular, ou seja, mais desgastados internamente ou externamente. Este tipo de desgaste está atrelado à geometria de direção dos veículos.

Diversas medidas tais como ângulos de caster, camber, inclinação do pino mestre, dentre outros, devem ser verificadas quando do alinhamento da direção.

Este serviço deve ser realizado pelo menos a cada 10.000 quilômetros ou sempre que houver grande choque em buracos ou desníveis. Convém salientar que este alinhamento deve ser realizado considerando também as rodas traseiras para perfeito alinhamento do veículo. O balanceamento das quatro rodas também é necessário e deve ser realizado em conjunto.

Sempre que fizer os serviços de alinhamento e balanceamento, opte por empresa tecnicamente competente para tal, pois hoje em dia é cada vez mais frequente depararmos com empresas do tipo “faz tudo” e que os resultados são péssimos.

Outro fator que interfere diretamente nos pneus é o estado da suspensão dos veículos. Deixar de substituir molas, amortecedores, bandejas e buchas da suspensão que se apresentem desgastados, acarreta a sobrecarga dos pneus, diminuindo sensivelmente sua vida útil. Para verificar o estado destes componentes, devemos submeter nosso veículo a testes mecanizados que demonstrarão a eficiência da suspensão e inspeção visual que observará o estado físico dos componentes.

O desgaste dos componentes do sistema de direção, tais como caixa de direção e terminais, também interfere diretamente no desgaste dos pneus, portanto, é importantíssimo que regularmente se inspecione os conjuntos.

Por último falaremos dos componentes do sistema de freios, que uma vez fora do padrão original, podem provocar o aquecimento anormal que será transmitido aos pneus deteriorando prematuramente a sua carcaça e diminuindo a vida útil do pneu. Os pontos aqui apresentados, embora muito importantes na utilização de um veículo, muitas vezes são relegados a um segundo plano e sequer são lembrados pelo proprietário do veículo que simplesmente verifica que os pneus estão desgastados, sem buscar a causa. Ocorrerá a troca e mais uma vez os pneus terão vida útil muito aquém da normal. Portanto, antes de efetuar a substituição, passe seu veículo por uma revisão geral dos sistemas de freios, suspensão e direção. Tenha certeza que além de contribuir para a sua segurança e dos demais, os pneus do seu veículo terão vida mais longa.

Além disso, opte por fazer a manutenção básica de verificação da calibragem dos pneus semanalmente, verificando, ainda a profundidade mínima da banda de rodagem (1,6 milímetros). Esqueça aquele produto que deixa os pneus brilhando, pois provocam a deterioração mais acelerada da carcaça devido à reação química com a borracha, lave-os apenas com água e detergente ou sabão neutro.

Lembre-se que o desgaste irregular dos pneus é apenas um sintoma de algo mais grave e que isso pode comprometer sua segurança e dos seus entes queridos.

*Hélio Cardoso, especialista em perícias envolvendo veículos automotores, Diretor do IBAPE/SP e Autor do Livro Veículos Automotores: Identificação, inspeção, Vistoria, avaliação, Perícia e Recall.

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']