Trending News

Notícias

Notícias

Números do DPVAT revelam o descaso com a epidemia de acidentes de trânsito 

Você sabe o que é DPVAT? Trata-se do seguro obrigatório para Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres. Ele cobre toda a população brasileira em casos de morte, invalidez permanente e lesões que demandam reembolso de despesas médicas ou hospitalares decorrentes de acidentes de trânsito.

A maioria das vítimas indenizadas pelo Seguro DPVAT no primeiro semestre de 2012 foi de homens, motoristas, com idades que variam de 25 e 34 anos. Só no primeiro semestre deste ano, 216 mil indenizações foram pagas a pedestres, motoristas e passageiros em todo o Brasil — um aumento de 31% em relação ao mesmo período do ano passado.

Acidentes envolvendo motocicletas representaram 69% das indenizações, frente a 25% atribuídos a ocorrências com automóveis. Os demais casos foram relativos às categorias caminhão, ônibus e micro-ônibus.

Do total de indenizações, 59% foram para motoristas, 24% para pedestres e 17% para os passageiros.

A maioria dos casos indenizados — 142.998 (o equivalente a 66%) — resultou em invalidez permanente da vítima. Outras 29.770 pessoas morreram após o envolvimento em acidentes de trânsito e 43.382 reembolsos de despesas médicas e hospitalares foram pagos para casos menos graves.

Diante destas estatísticas alarmantes, saiba como proceder caso precise requerer os benefícios do Seguro DPVAT.

Passo a passo
Os interessados em solicitar os benefícios do DPVAT têm prazo de três anos, a partir da data do acidente, para dar entrada no Seguro. Para ter a indenização é indispensável a apresentação do registro do acidente emitido por um órgão policial competente — o de boletim de ocorrência ou B.O.

A indenização do DPVAT é liberada em até 30 dias quando o pedido é feito nos pontos de atendimento autorizados. Os endereços e informações podem ser solicitadas através do telefone 0800-022-12-04 ou pelo site www.dpvatsegurodotransito.com.br.

Os valores de indenização são de R$ 13.500 (no caso de morte), de até R$ 13.500 (nos casos de invalidez permanente, variando conforme o grau da invalidez), e de até R$ 2.700 (para o reembolso de despesas médicas e hospitalares comprovadas).

O procedimento para solicitação do Seguro DPVAT dispensa o auxílio de intermediários. A própria vítima — ou, em caso de morte, os seus beneficiários — pode solicitar o Seguro em um dos 2.620 pontos de atendimento oficiais em todo o país.

dpvat

Fonte: O Dia Online

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *