Notícias

Notícias

Participantes BBB: veja quais já se envolveram em problemas no trânsito 

Participantes BBB: veja quais já se envolveram em problemas no trânsito
Foto: Divulgação Rede Globo.

O Portal do Trânsito fez um levantamento de participantes BBB que já tiveram problemas no trânsito e como isso pode influenciar as pessoas que os admiram.

Estamos próximos de um novo Big Brother Brasil (BBB), será a 22º edição do programa. Muitos participantes do BBB que entram no programa anônimas saem de lá famosas, influenciadoras e formadoras de opinião. Nesse sentido, o Portal do Trânsito fez um levantamento de ex-BBBs que já tiveram problemas e, até, alguns que não foram considerados um bom exemplo de comportamento no trânsito.

Marcela Queiroz

Em agosto do ano passado, a ex-BBB Marcela Queiroz, que participou do programa em 2004, foi presa em Curitiba, após ser flagrada com uma taça de vinho enquanto dirigia. Na época, a Polícia Militar (PM) informou, que realizou a abordagem próximo a um shopping da capital, e que a ex-BBB apresentava sinais de embriaguez e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Marcela Queiroz foi solta após pagar a fiança.

Diego Alemão

No início de 2020, o ex-BBB Diego Alemão, vencedor da 7º edição do reality show, foi detido também em Curitiba pela Polícia Militar (PM), suspeito de dirigir alcoolizado depois de se envolver em um acidente de trânsito. O caso teve várias reviravoltas. De acordo com a defesa do ex-BBB à época, “o fato configurou mero acidente automobilístico, sem vítimas e com prejuízos patrimoniais leves”.  Ainda, conforme a defesa, Alemão “não se furtou de responsabilidade e no local dos fatos, inclusive, se propôs à reparação do dano patrimonial e realizou transferência bancária no valor de R$ 7 mil”.

Wagner Santiago

Já em 2019, Wagner Santiago, que participou da 18ª edição do BBB se envolveu em um acidente de trânsito dirigindo o veículo da também ex-BBB Gleici Damasceno. No Instagram, Wagner disse que um ciclista entrou na contramão  e acabou sendo atingido pelo veículo dirigido por ele. Wagner afirmou que permaneceu no local até o socorro chegar. De acordo com o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (PM-AC), à época, o homem que estava na bicicleta sofreu escoriações leves após entrar entrar na contramão.

Marcos Harter

O cirurgião e ex-participante da 17º edição do BBB, Marcos Harter, recebeu uma acusação, em 2019, de se envolver em uma briga de trânsito. Conforme notícias veiculadas à época, o fato aconteceu em Sorriso, no Mato Grosso. Segundo a Polícia Civil, uma motociclista o acusou de persegui-la e posteriormente jogar o carro contra ela e ainda, cuspir no rosto da mulher. A defesa do ex-BBB alegou, quando os fatos ocorreram, que  “o ataque da forma como a denunciante relatou, não aconteceu. Ou seja, temos evidências que isto não aconteceu. O que ele me passou é que estava estacionado ou quase estacionando e ela atingiu o carro dele com a motocicleta. Houve uma discussão verbal e se encerrou ali. Não houve essa violência”, explicou o advogado em 2019.

Fernando Fernandes

Uma das histórias mais tristes, mas de superação, envolve Fernando Fernandes, que participou da segunda edição do BBB. Ele sofreu um acidente de carro em São Paulo na madrugada de 4 de julho de 2009. O veículo bateu em um poste na esquina da Avenida República do Líbano, zona sul da capital paulista. O ex-BBB passou por uma cirurgia na coluna realizada no Hospital São Paulo, também na zona sul, porém não recuperou os movimentos das pernas. Após o acidente Fernando se tornou paratleta e agora, a Rede Globo o anunciou como novo apresentador do programa “No Limite”. Em 2005, o ex-participante já havia se envolvido em uma confusão no trânsito, quando foi acusado de racismo e de dirigir embriagado.

Comportamento de figuras públicas

O especialista Celso Mariano, diretor do Portal do Trânsito, explica que como seres sociais estamos sempre sujeitos a exercer influência e a sermos influenciados pelas outras pessoas. Atualmente, pessoas próximas fisicamente ou através dos modernos meios de comunicação nos observam e se inspiram no nosso jeito de fazer as coisas. “Isso acontece com todos, mas especialmente com aqueles que colocamos nos pedestais imaginários. Sobre eles recai um peso de responsabilidade ainda maior já que exercem esse poder de influenciar um número imenso de pessoas. Tudo o que fazem, bem como o que deixam de fazer, ou, ainda o jeito que fazem, acabam direcionando um grande contingente de pessoas”, explica.

Para ele, todos os influencers ou participantes BBB deveriam, por exemplo, ter esse cuidado especial de não dar maus exemplos.

“Quando um popstar dá um bom exemplo todos comemoramos mas se for uma referência ruim um mau exemplo vamos lamentar que tal celebridade não tenha tido a presença de espírito e o bom senso a consciência e a iniciativa de avaliar as consequências dos atos de quem o admira e copia”, argumenta.

Ouça o áudio completo do especialista.

 

 

Artigos Recomendados Para Você

Deixe um comentário

Campos obrigatórios *

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Politica de Privacidade.

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']