Notícias

Moto

Pesquisa diz que traumas de moto são os mais graves entre os acidentes 

Pesquisa diz que traumas de moto são os mais graves entre os acidentes

Acidentes com motoMais de 70% dos motociclistas acidentados que são atendidos no Pronto-Socorro (PS) do Instituto de Ortopedia e Traumatologia, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), precisam de internação. O número mostra que os traumas de moto são os mais graves entre os acidentes de trânsito.

O levantamento aponta que, das 1126 pessoas que sofreram acidentes de trânsito atendidas no pronto socorro de ortopedia em 2014, 54% eram vítimas de acidentes de automóvel, 28,5% de moto, 11,5% atropelamento, e 5,8% de bicicleta.

O alerta do médico é, principalmente, para os de acidentes de carro, que tiveram aumento de 33% entre 2013 e 2014 no número de pacientes. Do total dessas vítimas, 43,5% dos casos precisaram de internação. Homens entre 20 e 35 anos correspondem a 80% dos acidentados de moto e carro que dão entrada no pronto-socorro da ortopedia do Hospital das Clínicas.

A boa notícia é que o número de motociclistas atendidos pela instituição vem caindo gradativamente nos últimos três anos. Houve queda de 47,5% das vítimas de moto, na comparação com 2011. Porém, os traumas de com o veículo continuam sendo mais graves, afirmou Jorge dos Santos Silva, ortopedista e diretor clínico do instituto. “Em 71,3% dos casos atendidos no pronto socorro de ortopedia há necessidade de internação”, disse.

Já as vítimas de atropelamento, recebidas no pronto-socorro, tiveram redução de 47,1% de 2013 para 2014.

Com informações da Agência Brasil

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']