Notícias

Notícias

Quando a rotatória é a solução 

Moradores do bairro Hugo Lange, em Curitiba, apostam na implantação de minirrotatórias em cruzamentos da região para aumentar a segurança no trânsito e diminuir a velocidade dos veículos. Um projeto que pede a inclusão de dez pequenas intervenções já foi entregue à prefeitura pelo Conselho Comunitário de Segurança Pública (Conseg). “Com a rotatória, cria-se a necessidade de reduzir a velocidade. A rotatória é muito mais inteligente”, afirma o especialista em trânsito Celso Alves Mariano, morador do bairro. O trânsito é uma das principais preocupações dos moradores do Hugo Lange, ao lado dos assaltos, arrombamentos e insegurança na proximidade das escolas. Eles reclamam da alta velocidade nas vias. As ruas Jaime Balão, Augusto Stresser e Itupava, que cortam a região, servem como rota alternativa para os bairros Cabral, Bacacheri e Jardim Social. Diante do resultado obtido a partir de uma pesquisa feita pelo Conseg com cerca de 100 pessoas e com referência em outras cidades, as minirrotatórias foram apontadas como solução para alguns problemas. Saiba mais na reportagem da Gazeta do Povo.

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *