Trending News

Notícias

Notícias

Seu carro entrou num recall, e agora? 

Eis que você abre seu portal de internet preferido e lá vem a surpresa: seu carro está envolvido em uma convocação de recall da montadora. Vai precisar levar o veículo a uma concessionária para verificação ou substituição de algum componente. Parece grave? Talvez não seja.

Realmente, de maneira geral, este chamado das montadoras está mais relacionado a itens de segurança do veículo, que precisam ser ajustados, corrigidos ou simplesmente trocados, para minimização de um risco qualquer de acidente. Mas há também o chamado recall branco, de componentes que nada têm a ver com segurança, mas que mesmo assim precisam de ajuste ou troca. Neste caso, não há divulgação na mídia, mas a correção pode ser feita na sua próxima visita à concessionária.

De qualquer forma, o recall tem um lado positivo. É a montadora tendo a iniciativa de corrigir e aprimorar algum sistema do seu carro, após a identificação da necessidade – às vezes, após relatos de outros proprietários de veículos.

Mas e se você não tiver visto o anúncio do recall? Como saber se seu carro precisa passar por um? O CESVI explica.

Fique sabendo

Para saber se o seu veículo possui algum recall, acesse o site da montadora ou o do Ministério da Justiça: http://portal.mj.gov.br/recall/pesquisaConsumidor.jsf

Você vai precisar inserir a numeração do chassi (VIN), que contém 17 caracteres. Seu carro está lá? Então é só encaminhá-lo para uma concessionária da marca.

Claro, você não vai pagar pelo ajuste ou substituição. A montadora também não pode determinar um prazo final para a oferta da correção. Quando você levar o carro, a concessionária tem de executar o serviço.

E se você estiver comprando um carro usado? Aí, uma boa opção é conferir, no serviço de atendimento ao consumidor da montadora, se houve recall desse carro. E se o serviço foi feito. A montadora possui um controle disso com base na numeração do chassi.

Não bobeie

Finalizando, jamais pense no recall como uma chateação, algo que você pode deixar para fazer bem depois. Se a montadora realizou esse chamado, assumindo uma necessidade de correção, é porque o serviço é importante – para a sua segurança e a de quem estiver ao seu lado. Com segurança, não se brinca.

Fonte: CESVI Brasil 

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *