Notícias

Notícias

Transporte de crianças requer cuidados 

Transporte de crianças requer cuidados

Transporte de crianças O uso correto de equipamentos apropriados, como as cadeirinhas, evita lesões graves e mortes em acidentes

Com a chegada do Carnaval, a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – Regional Minas Gerais (Sbot-MG) chama a atenção para os cuidados ao viajar com crianças nos carros e a importância do uso dos equipamentos de segurança dentro do carro, como o cinto, a cadeirinha e os assentos de elevação, também chamados de boosters.

O presidente da regional mineira da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, Ildeu Almeida, lembra ainda que é responsabilidade dos pais garantir o uso dos dispositivos de segurança pelas crianças e que o comportamento dos adultos normalmente é seguido por elas. “Este é mais um motivo importante para que os pais também utilizem esse dispositivo de segurança”, disse o médico.

Segundo dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) apresentados pela Sbot em 2012, cerca de 2.000 crianças e adolescentes com idade até 17 anos morrem anualmente no Brasil em acidentes de carro e cerca de 37.800 sofrem lesões, que, muitas vezes, são permanentes.

A Sbot alerta que bebês com até 1 ano de idade devem ser transportados nos chamados bebê-conforto, sempre no banco de trás na posição de costas para dianteira do carro. A cadeira deve estar firmemente presa ao banco pelo cinto de segurança. Para ter certeza de que o bebê está seguro, a cadeirinha não pode se mover mais do que 2 cm. E para não machucar o bebê, entre as tiras da cadeirinha e o corpo da criança, é preciso ficar um espaço de folga de um dedo.

Já as crianças com idade entre 1 e 4 anos também devem ser transportadas em cadeirinhas. A melhor posição é no centro do banco. Quando elas estão instaladas corretamente, elas diminuem os risco de morte e lesões graves em até 70%.

As crianças com mais de 4 anos precisam usar os assentos de elevação, também chamados de booster. Esse equipamento ajuda a adequar o cinto ao tamanho da criança nesta fase em que são grandes demais para sentar na cadeirinha e pequenas para usar o cinto normal.

Os pequenos com mais de 10 anos devem ser transportados usando o cinto de segurança de três pontos. Mas, para estar segura, a criança precisa ter o tamanho adequado, ou seja, precisa sentar e dobrar seus joelhos na borda do assento, sem afastar as costas do encosto do banco.

Fonte: O Tempo

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']