Notícias

Opinião

Acidentes com trem: por que eles ainda acontecem? 

Na semana passada ocorreu um acidente entre ônibus e trem na cidade de Pinhais, município da região metropolitana de Curitiba e, infelizmente, duas pessoas morreram. No dia seguinte a comunidade fez protestos, queimou pneus no meio da rodovia para mostrar sua indignação com o ocorrido, reivindicando mais sinalização no local. Porém a prefeitura informou que instalou cancelas várias vezes próximo à linha do trem, mas os vândalos as destruíram. Porém, há poucos meses a sinalização local foi reforçada e foram colocados “tachões” (olho de gato, na linguagem popular) e “tartarugas” para diminuir a velocidade dos veículos antes da travessia dos trilhos. Infelizmente a pressa do motorista do ônibus falou mais alto, pois segundo testemunhas, ele estava atrasado e acelerou o veículo. Depois desistiu da travessia e então o trem o atingiu em cheio.
Muitos motoristas insistem em acreditar que sempre dá tempo de atravessar antes do trem, mesmo vendo a sinalização e ouvindo o apito. Ainda ignoram esta regra tão simples: pare, olhe e escute, do nosso Código de Trânsito.
Por mais que não pareça, os acidentes entre trens e outros veículos são muito comuns, mas todos nós compreendemos que é fácil evitá-los. Então por que eles ainda acontecem com tanta frequência?
Aguardo sua participação!

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *