Notícias

Opinião

Cor predominante 

Cor predominante

Cor predominante dos carros

Dentre as características do veículo, constantes em seu documento de registro (CRV), além de marca, modelo, potência, capacidade, constará também a cor predominante. Aliás, a “característica” (se é que podemos considerá-la como tal) é a única cuja alteração não precisa, por óbvio, ser submetida à inspeção em organismo credenciado pelo Inmetro, dependendo apenas de autorização do Detran. A cor é um elemento de identificação visual tanto para fins de autuações por infrações quanto cometimento de crimes.

O assunto parece um pouco simples, mas, em função da existência de uma diversidade de cores com tonalidades confusas (azul esverdeado ou verde azulado?), nomes de cores das mais criativas, já trazem dúvidas na hora de definir objetivamente a predominância, que não se dirá quando há diversidade de cores, desenhos e pior ainda, adesivos. Prevendo essa diversidade é que o DENATRAN criou um código especial de registro que caracteriza a cor “Fantasia”, que é aquele caso em que o veículo contenha pinturas de diversas cores e não possibilita a definição da predominância. Com a moda do “tuning” na decoração da lataria é um assunto que em breve trará questionamentos.

O pior acontece quando o carro é “adesivado”, e não pintado e em algumas situações o Código de Trânsito trata diversamente as situações. Exemplos: o Art. 120 do CTB estabelece que os veículos oficiais (placa branca) somente podem ser registrados nessa situação se houver indicação por “pintura” nas portas representando o órgão ou entidade pública; o Art. 136 do CTB, que trata dos veículos de escolares, estabelece o requisito da “pintura” de faixa com o dístico “ESCOLAR”; o Art.154 do CTB trata distintamente os veículos usados em aprendizagem (dístico “AUTO ESCOLA”), pelo qual os veículos exclusivamente destinados a isso (placa branca com caracteres em vermelho) o dístico deve ser “pintada”, enquanto que no veículo utilizado eventualmente na aprendizagem (placa cinza e caracteres em preto) a identificação se dá por “faixa removível”.

Um problema surgiu quando um veículo é “envelopado”(todo adesivado) ou para decoração pessoal ou por pertencer a empresa como forma de publicidade, sem que tivesse havido pintura. Isso pode ser verificado em carros, motos, caminhões e outros veículos. Não é proibido colocar adesivos no veículo mas o problema é quando a adesivação encobre toda a pintura. O Art. 14 da Res. 292 do CONTRAN estabelece que tanto pela pintura quanto plotagem que ocupe área superior a 50% com uma cor definida essa passará a ser a cor predominante, e caso se torne inviável determinar tal predominância a cor constante no registro será ‘fantasia’. Não há nada que fale sobre as peças de plástico entrariam ou não nessa avaliação, eventualmente poderiam se manter na cor natural, antigamente havia teto de vinil e atualmente é muito comum teto envidraçado.

Artigos Recomendados Para Você

19 Comentários

  1. nino

    tudo bem? gostei muito do seu site, parabéns pelo conteúdo. 😉

  2. Leonardo

    Meu carro é azul claro mas no documento só ta azul… se eu pintasse de azul bebe teria q mudar no documento?

    1. Mariana Czerwonka

      Leonardo

      Sim, mudança de cor deve ser autorizada pelo Detran.

      Equipe Portal

    2. MARCUS VINICIUS PEREIRA

      Se mudar a tonalidade apenas não é necessário mudar a documentação, apenas se mudar a cor base.

  3. Raquel

    Como eu cálculo o percentual da cor? Se pintar o teto e colocar uma faixa no caput do carro é necessário mudar no documento?

  4. Robson

    Meu carro e vermelho e eu quero pintar de vermelho candy uq faço é preciso mudar o documento ou não

  5. karla

    pode ter um carro completamente rosa? eu só precisaria mudar no documento? existe restrição nas cores por mais que todo o carro seja de cor única?

    1. Mariana Czerwonka

      Karla

      Não há restrição, mas precisa ser autorizado pelo Detran.

      Equipe Portal

  6. Jonas

    Vou dnvelopar. No documento tá só azul. Vou colocar Azul Marinho. Posso?

  7. André

    Minha moto é vermelha,coloquei a carenagem da rabeta preta,pode??

  8. Luiz Gonzaga Pinheiro Neri

    Fiz grafite na minha moto Honda biz, na frente, ter algum problema.

  9. Gilmar Rodrigues Batista

    Quero mudar a cor do meu carro de prata para prata escuro, preciso de autorização do detran?

  10. Sergio Galdino

    Tenho um Palio verde e preciso trocar os para-choques. Só encontro para-choque preto, preciso pintar de verde ou posso deixar preto mesmo?

  11. Elbes Félix

    Minha moto era preta ,pintei de branco, porém detran não tá aberto p regularizar a situação de mudança de cor no documento, posso rodar apenas c nota fiscal do serviço?

    Até detran voltar normal ?

    1. Mariana Czerwonka

      Elbes

      A alteração na característica original deve ser aprovada pelo Detran e constar no documento do veículo. A Nota Fiscal não vale como documento, nesse caso.

      Equipe Portal

  12. Michelli

    Meu carro é preto e preciso trocar as 4 portas pois foram batidas, posso colocar portas de cores diferentes e pedir para pintar depois? Daria algum problema andar com uma porta preta, outra branca e outra prata?

  13. FILIPE ORFEI SOARES

    Meu carro é vermelho puxado para o vinho queria pintar ele de vermelho sporte teria que mudar alguma coisa no documento ???

  14. Lidiane

    Olá.. para quem tem o sonho do carro rosa, acabei de envelopar o meu inteiro. Envelopei, depois fiz a vistoria .. e apresentei para o Detran. Já estou com o documento em mãos. Levou em média uma semana. Esse lance da autorização anterior, acho que não tem muita validade, pois o Detran não sabe quando irá fazer. Estou feliz e com o carro mais lindo do mundo. Rs

  15. Jorge Lima

    Olá! Meu carro está cinza no documento, gostaria de mudar para cinza crômio, tenho que mudar no documento?

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *