Notícias

Opinião

Motorista com carteira suspensa poderá ser preso no PR 

Depois do acidente envolvendo o deputado estadual Fernando Ribas Carli Filho, algumas ações estão sendo tomadas no Paraná. Ontem, o secretário da Segurança Pública do Estado, Luiz Fernando Delazari, anunciou que colocará a polícia para “caçar” quem não devolver a habilitação ao Detran e continuar dirigindo de maneira irregular. Isto quer dizer, quem tiver a carteira suspensa e não devolver ao órgão de trânsito em dois dias poderá ser preso.

A medida foi anunciada quatro dias depois de vir ao conhecimento da sociedade que pelo menos 20 dos 54 deputados estaduais do PR receberam notificação de suspensão do documento, mas continuavam dirigindo mesmo assim.

Essa é uma ação que pode acabar com a impunidade nesses casos, se a fiscalização for realmente eficiente. O que é triste nessa história toda que é preciso acontecer a morte de duas pessoas para que medidas como essa sejam adotadas.

Se uma pessoa fosse realmente ética e comprometida, o simples fato de estar dirigindo de forma irregular seria tão desconfortável que por si só, faria a pessoa entregar- por livre e espontânea vontade- a CNH. Somente pelo fato de estar fazendo o que é correto. Se fosse assim, tenho certeza que atitudes como essa seriam levadas para outras esferas e certamente valores como respeito e caráter, passariam por cima da impunidade e da corrupção.

Artigos Recomendados Para Você

Deixe um comentário

Campos obrigatórios *