Notícias

Opinião

O que se aprende na autoescola? 

O que você aprendeu na autoescola quando tirou sua habilitação? O que ficou de mais importante de tudo o que aprendeu? O que você poderia ensinar para o seu filho, amigo, namorada que poderia salvar a vida deles no trânsito? Qual a sua principal preocupação quando está dirigindo? Você já parou para pensar nesses assuntos? Essas perguntas são apenas para ajudar a refletir um pouco sobre o que se aprende na autoescola hoje em dia. O objetivo principal não é apontar o instrutor e a autoescola como os únicos culpados da violência no trânsito. Eles têm sua parcela de responsabilidade, mas todos nós sabemos que um trânsito seguro depende de educação (desde o berço, nas escolas, na autoescola e educação continuada), de engenharia (qualidade nos equipamentos e na estrutura viária como um todo), legislação e fiscalização justas e eficientes. A ideia é falar de uma pequena parte deste contexto todo que é o aprendizado do futuro condutor na autoescola. E aí o papo é direto com o instrutor, que muitas vezes se esforça para ensinar e vê um bando de gente que não quer aprender, mas apenas passar nos testes do Detran. Mas será que o problema está só no aluno “desinteressado” ou também no jeito de ensinar do instrutor? O que fazer para o assunto “entrar” na cabeça do aluno e despertar o interesse dele? Como fazer ele pensar em segurança, prudência quando estiver no trânsito (dirigindo ou no papel de pedestre)? Sem ficar teorizando muito, pois isto daria um livro inteiro para explicar tudo em detalhes, o ponto-chave é “tornar o assunto significativo” para o aluno, de modo a fazer com que cada tema tenha utilidade para o seu dia a dia. Senão as leis, a direção defensiva, os primeiros socorros, as infrações, serão apenas memorizadas e depois esquecidas após as provas do Detran. Não serão aplicadas no trânsito porque o aluno não aprendeu realmente, não compreendeu porque cada assunto é importante para SOBREVIVER NO TRÂNSITO brasileiro, que mata 150 pessoas por dia. E como tornar os temas significativos? Alguns passos podem ajudar o instrutor a fazer o aluno aprender: • Pergunte a opinião dos alunos sobre cada assunto antes de começar a “discursar”. Compare certo e errado e deixe a turma decidir o que é melhor para a segurança de todos. • Peça exemplos aos alunos de acidentes ou quase-acidentes que vivenciaram. Analise as situações com a turma, e peça que ela diga qual o melhor jeito para evitar acidentes. Compare com o conteúdo da sua apostila e mostre que as leis e regras nos ajudam a agirmos com segurança. • Pergunte aos alunos qual é o comportamento diante de diferentes situações no trânsito, de placas, de regras, etc. Construa os conceitos corretos com eles. Depois é só comparar com o conteúdo na apostila. Estará tudo lá, não precisa decorar, mas compreender. • Na aula prática, pergunte primeiro e dê a resposta depois. Faça o aluno pensar por si mesmo. Ele não terá um instrutor sempre ao lado ajudando a resolver os problemas do trânsito. Bom, não dá para esgotar todo o assunto num blog. São reflexões e dicas que podem ajudar os instrutores a tornar a aprendizagem dos seus futuros condutores mais efetiva. Esta lista pode aumentar ainda mais e se você quiser colaborar com ideias, escreva seu comentário. Até breve!

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']