• Tecnodata Reciclagem CNH

Notícias

Ensinando a aprender

Para o seu CFC: os números do trânsito na pandemia e como usar isso em aula 

Para o seu CFC: os números do trânsito na pandemia e como usar isso em aula
Acidente de trânsito cai 30% no estado de SP durante a pandemia. Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Analisar a atual situação do trânsito na pandemia pode ser um bom tema para a sala de aula, seja ela presencial ou remota.

Acidente de trânsito cai 30% no estado de SP durante a pandemia. Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Notícias sobre o aumento ou até redução na quantidade dos acidentes de trânsito são divulgadas pela imprensa, eventualmente. Qual o impacto dessas informações na nossa vida diária? Essas notícias alteram o comportamento dos condutores no trânsito e na forma como agem nesse ambiente?

Covid-19 e o trânsito

Diante deste cenário que vivemos atualmente, com a pandemia da COVID-19, é sabido que há menos veículos circulando nas cidades: o comércio não abre ou está com horário diferenciado de funcionamento, as escolas e outras instituições de ensino oferecem aulas remotas. Toda essa situação diferenciada, colabora para a redução de veículos circulando, consequentemente, menos acidentes acontecendo.

Regra geral é o que acontece: menos veículos circulando = menos acidentes.

A partir do que foi exposto, algumas questões importantes podem ser abordadas com os alunos no CFC e servir como um bom debate: a redução de acidentes é o bastante? Considerando essa redução, e a gravidade dos acidentes também é menor? Como é o comportamento dos condutores e dos pedestres nessa situação onde há menos movimento de veículos e pessoas?

Com menos veículos circulando, os condutores se distraem com mais facilidade, outros “atravessam no amarelo”, basta acelerar um pouco mais! E há ainda, os que imaginam que há menos fiscalização e assim podem beber um pouquinho e dirigir, ou estacionar em local proibido…. enfim, cometer todo tipo de infração que nada vai acontecer.

Acidentes graves

E é exatamente aí que nos deparamos com acidentes mais graves com capotamentos de veículos, motociclistas, ciclistas e pedestres sendo atingidos por veículos que não respeitam a sinalização. Motociclistas que pilotam suas motos, para realizar entregas, passando por cruzamentos sem sequer olhar para os lados. E o que dizer dos pedestres? Atravessando em qualquer lugar e, muitas vezes, utilizando o celular, falando ou escrevendo, sem a menor atenção ao que acontece à sua volta. Qual é a solução? Pode parecer, em um primeiro momento que o cenário ideal é termos sempre muitos veículos circulando…. NÃO é isso!

Como abordar o assunto em sala de aula

O que se pode fazer é aproveitar a oportunidade de abordar as Normas Gerais de Circulação e Conduta: os direitos e deveres de todos que circulam no trânsito; uso das vias e prioridade de passagem. Fazer com que os candidatos à primeira habilitação compreendam a importância de adotar o comportamento correto para manter a fluidez e a segurança no trânsito, sua e dos demais usuários.

Sugestão de atividade

Peça aos seus alunos que façam uma análise das regras de circulação viária sob o prisma de todos os integrantes do trânsito. São eles: pedestres, ciclistas, motociclistas, condutores de veículos de 4 rodas e condutores profissionais.

Bom trabalho!

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *