Trending News

Notícias

Ensinando a aprender

Veja formas de trabalhar as placas de sinalização em sala de aula 

Veja formas de trabalhar as placas de sinalização em sala de aula
Sinalização de trânsito
Foto: Arquivo Tecnodata.

Mesmo com todos os cuidados para evitar a contaminação pelo coronavírus, muitos Centros de Formação de Condutores (CFCs) ainda estão recebendo os alunos para aulas teóricas. Para esses e para os outros que irão voltar depois dessa tormenta passar, o Portal do Trânsito e a Tecnodata trazem um artigo sobre como trabalhar a sinalização nas aulas para formação de condutores.

Muitas vezes, surgem dúvidas de como trabalhar determinados assuntos com os alunos de Primeira Habilitação e cativá-los. Com o fácil acesso a todo tipo de informação, como fazer isso sem que as aulas caiam no buraco negro do desinteresse?

Podemos raciocinar da seguinte forma: o “desinteresse” de alguns, já temos. O que se tem a perder em arriscar ideias mais simples? Podemos nos surpreender. Como saber se não arriscar? Talvez, estejam carentes de ideias simples.

Que tal então resgatar algumas “brincadeiras” que faziam e ainda fazem parte da infância de muitas crianças no Brasil e no mundo? No mundo tecnológico de redes sociais 24 horas por dia, fazer uma atividade que desvie um pouco de toda essa conexão seja exatamente o que precisam, por que não tentar?

A sugestão de hoje é trabalhar placas de sinalização. Esse é um assunto que muitas vezes é visto como chato pelos alunos e por alguns instrutores. Fato é que não se trata de um assunto que agrade 100%. Mas que assunto agrada a todos? Além do que, precisa ser trabalhado e tem grande importância para todos.

Ideias

Que tal construir um dominó?  Seguindo o conceito do dominó comum, da nossa infância. Pode ser feito de duas formas: as duas pontas do dominó com as figuras das placas de sinalização, ou, um lado a figura e no outro o significado. Algo fácil de construir e acaba sendo uma brincadeira divertida.

Foto:
Foto: LDM Brinquedos/Divulgação

 

 

 

 

 

 

 

Outra ideia, igualmente simples, é o jogo da memória com as imagens das placas e seus significados. Um grau de dificuldade maior, pois, associar os dois vai exigir deles mais conhecimento.
Acima um exemplo de jogo da memória para encontrar os pares, a sugestão é fazer com o significado de um lado e a imagem na outra ponta, para aumentar um pouco o grau de dificuldade. Foto: Perkons Equipamentos Eletrônicos
Acima um exemplo de jogo da memória para encontrar os pares, a sugestão é fazer com o significado de um lado e a imagem na outra ponta, para aumentar um pouco o grau de dificuldade. Foto: Perkons Equipamentos Eletrônicos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma terceira ideia é construir um jogo de tabuleiro com dados, onde devem superar obstáculos, passar por retornos, responder perguntas…enfim, use a criatividade, com certeza irá fazer um ótimo trabalho. Essa atividade exige um pouco mais de tempo e é um pouco mais complexo de fazer. Ainda assim, tem um grande valor pedagógico.

Esse material pode ser preparado e compartilhado por todos os instrutores. E, se for feito em papelão, cartolina ou papel cartaz, vai durar muito tempo.

São ideias que podem ou não agradar. Mas vão manter os alunos interessados nas aulas para que outros conceitos importantes possam ser desenvolvidos com eles.

A princípio, pode parecer que, conhecer as placas de sinalização serve apenas para ser aprovado na prova do DETRAN. E esse conceito precisa ser derrubado. Saber a sinalização e tudo que se refere ao trânsito é muito mais que isso: a informação e o conhecimento são essenciais para todos os envolvidos no trânsito.

A formação de condutores deve estar sempre focada em formar melhores condutores, mais comprometidos com o trânsito, com a sua responsabilidade. E cabe a nós, instrutores, fazer isso da melhor forma possível, usar todas as ferramentas de que pudermos dispor.

Precisamos fazer com que os nossos alunos possam entender o trânsito como mais que conduzir veículos, como um compromisso com a segurança. Junto com a direção de um veículo, vem a responsabilidade de conhecer o que se passa a sua volta e contribuir com o melhor de si para a redução de acidentes.

Agora, mãos à obra!

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *