Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

17 de julho de 2024

Agente de trânsito: seu papel e importância para o funcionamento do trânsito

Para entender melhor o dia a dia desse profissional, o Portal do Trânsito recebeu o especialista Carlos Augusto Elias, no Transit Talk.


Por Mariana Czerwonka Publicado 27/06/2024 às 11h30
Ouvir: 00:00

O papel do agente é fundamental para um trânsito seguro, pois, além das atribuições de operação e fiscalização, exerce ainda um papel educativo, pois cabe a ele informar, orientar e advertir os usuários. E para entender melhor o dia a dia desse profissional, o Portal do Trânsito recebeu o especialista Carlos Augusto Elias, o professor Carlão, no Transit Talk, como você pode ver na íntegra acima.

De acordo com o especialista, em primeiro lugar é preciso compreender a função do agente de trânsito. “Esse profissional deve garantir que o que foi pensado, planejado e legislado seja executado da melhor maneira possível”, explica.

Professor Carlão diz, também, que mesmo os que criticam os agentes, muitas vezes precisam deles.

“Até aqueles que dizem que o agente serve para fomentar uma suposta indústria da multa, vão querer a presença desse profissional quando alguém estacionar em frente a sua garagem”, ilustra.

O especialista ressalta a função social dos agentes de trânsito. “São eles que garantem o nosso direito de e ir e vir, e mais, com segurança”, aponta.

agente de trânsito
Agente de trânsito é o servidor civil efetivo de carreira do órgão ou entidade executivos de trânsito ou rodoviário, com as atribuições de educação, operação e fiscalização de trânsito. Foto: Arquivo Tecnodata

Expectativa X realidade

O professor Carlão explica, porém, que na prática existem inúmeros desafios, como ausência de fiscalização, profissionais mal preparados ou mal monitorados. “O profissional, às vezes, não tem uma qualificação porque não teve um treinamento adequado, não busca atualização ou nem o órgão proporciona”, argumenta.

O especialista faz um alerta de que ser agente de trânsito não é fácil.

“Lidar com pessoas, estar exposto ao calor, frio ou chuva, enfim…se você tem um profissional que não gosta do que faz, não é monitorado e nem bem formado, é óbvio que tudo que eu disse antes sobre o papel do agente não terá um bom resultado. É preciso encontrar esse ponto de intersecção para que tudo funcione da melhor maneira possível”, conclui. 

Agente de trânsito

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, agente de trânsito é o servidor civil efetivo de carreira do órgão ou entidade executivos de trânsito ou rodoviário, com as atribuições de educação, operação e fiscalização de trânsito e de transporte no exercício regular do poder de polícia de trânsito para promover a segurança viária nos termos da Constituição Federal.  

Não há a divulgação do número exato de agentes de trânsito no Brasil atualmente, no entanto, as recomendações são de que o número de agentes de fiscalização seja de um agente para cada 1.000 ou 2.000 veículos. 

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *