Notícias

Mobilidade

Estado de São Paulo reduz número de mortes em acidentes de trânsito 

Estado de São Paulo reduz número de mortes em acidentes de trânsito
Foto: Governo do estado de São Paulo.

O levantamento é do Infosiga, sistema gerenciado pelo programa Respeito à Vida, do Detran/SP. Já o Brasil apresentou queda 10% menor.

Dados de acidentes de trânsito
Foto: Governo do estado de São Paulo.

Em 10 anos, o Estado de São Paulo registrou uma queda de 32% no número de mortes em acidentes de trânsito, mesmo com o crescimento de 50% de sua frota de veículos. Foram salvas, desde 2010, 2.372 vidas, de acordo com dados do Infosiga. Desse número, 55% referem-se às ocorrências nos municípios e 45% nas rodovias. Contudo, a queda no número de mortes em acidentes de trânsito a nível nacional foi de 22%.

Antes de tudo, o índice de redução paulista está próximo da meta de 50% estabelecida pela Organização das Nações Unidas, na chamada Década da ONU. Atualmente, a entidade realiza entre os dias 6 e 12 de maio a 6ª Semana Mundial sobre Segurança no Trânsito. Foi em maio que a ONU decretou a Década de Ação para salvar vidas no trânsito. Por esse motivo, o balanço das ações sempre é realizado em maio no mundo todo. E tem como objetivo diminuir os riscos de acidentes por meio de ações baseadas em evidências científicas.

Tabela ONU

 

 

 

 

 

Causas

De acordo com o Infosiga SP, 94% dos acidentes fatais envolvem falha humana.

“Os dados de São Paulo, por meio do Infosiga, possibilitam ações mais assertivas na promoção de políticas públicas de redução de acidentes. Diante disso, uma postura cidadã e preventiva é fundamental para um trânsito mais humano e seguro. A mudança de comportamento é um elemento chave”, afirma o diretor-presidente do Detran/SP, Ernesto Mascellani Neto.

A base de dados do Infosiga é a primeira a ser entregue 100% ao Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN) para integrar o Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito, o RENAEST.

Desde o final do ano passado, todos os órgãos responsáveis pelo trânsito a nível federal, estadual e municipal devem enviar, mensalmente, informações ao RENAEST para compor uma base compilada.

O objetivo deste levantamento com metodologia padronizada é o desenvolvimento de políticas públicas de segurança viária, a partir das informações coletadas em todos os estados brasileiros.

Com uma estatística padronizada no Brasil, será possível estabelecer uma sistemática para comunicação, registro, controle, consulta e acompanhamento de tais informações. Dessa forma, subsidiará o desenvolvimento de estudos, pesquisas e ações para melhorar a segurança viária no país. Através, por exemplo, de medidas de educação, engenharia e fiscalização de trânsito.

O RENAEST é integrado aos sistemas Registro Nacional de Veículo Automotores (RENAVAM), Registro Nacional de Condutores Habilitados (RENACH) e Registro Nacional de Infrações (RENAINF). E complementado por informações dos diversos órgãos participantes.

Sobre o programa Respeito à Vida

Programa do Governo do Estado de São Paulo, o Respeito à Vida atua como articulador de ações com foco na redução de acidentes de trânsito. Gerido pela Secretaria de Governo por meio do Detran/SP, envolve ainda as secretarias de Comunicação, Educação, Segurança Pública, Saúde, Logística e Transportes. Além de Transportes Metropolitanos, Desenvolvimento Regional, Desenvolvimento Econômico e Direitos da Pessoa com Deficiência.

Responsável pela gestão do Infosiga SP, o programa publica mensalmente estatísticas sobre acidentes com vítimas de trânsito. E atende os 645 municípios do Estado. Em síntese, o objetivo é mobilizar a sociedade civil por meio de parcerias com empresas e associações do setor privado. Além de entidades do terceiro setor. Em outra frente, promove convênios com municípios para realizar ações de engenharia, educação e fiscalização.

O programa tem cinco anos de existência e promove parcerias com mais de 300 municípios. Como resultado, os convênios geraram mais de 10 mil projetos para melhorias viárias. Bem como iniciativas de educação e fiscalização. Enfim, foram 5 mil concluídas. Logo, investiu-se mais de R$ 190 milhões de recursos públicos.

Informações da Assessoria de Comunicação do Detran/SP

 

Artigos Recomendados Para Você

1 Comentário

  1. Dia do automóvel: com a maior frota, estado de São Paulo tem um terço de automóveis do País - Portal do Trânsito

    […] Dia do Automóvel, criado em 1934 e comemorado nesta quinta-feira (13) em todo o Brasil, o estado de São Paulo contabiliza uma frota de 19 milhões de carros registrados na base de dados do Departamento […]

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']