Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

23 de julho de 2024

35% dos usuários utilizam smartphone enquanto dirigem


Por Talita Inaba Publicado 16/01/2013 às 02h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h52
Ouvir: 00:00

Uma recente pesquisa da McKinsey nos Estados Unidos revelou que 35% dos usuários de smartphones utilizam o aparelho enquanto dirigem. Os dados do estudo, divulgados pelo blog de tecnologia All Things Digital, são mais uma evidência do mercado crescente de softwares de integração entre dispositivos móveis e sistemas embarcados de automóveis, mostrando a demanda por serviços de controle por voz. Dos motoristas que utilizam smartphones enquanto conduzem, a ampla maioria (89%) usa o celular para chamadas telefônicas.

Na sequência estão serviços de navegação e localização, por 68% dos entrevistados. Mensagens instantâneas (SMS) estão na terceira posição, com 39%, na frente de Internet, aplicativos e redes sociais, com 31%. A pesquisa não revelou quais as pessoas utilizam interface por voz, visual ou toque, a fim de detectar o nível de perigo causado pela distração com o uso do smartphone pelos condutores. Algumas empresas de tecnologia já se mostraram atentas para o segmento automotivo, como o Google, com acordo com a Kia Motors e a Hyundai para colocar seu conteúdo no sistema dos modelos das montadoras, e a Cisco, que se uniu a duas companhias para criação de um ecossistema Wi-Fi para aplicações de segurança em automóveis.

Além disso, a Ford abriu interfaces de desenvolvimento de aplicações (APIs) para que desenvolvedores elaborem aplicativos comandados por voz para auxiliar motoristas e seu sistema de conectividade foi criado em parceria com a Microsoft . A pesquisa da McKinsey também revelou que os mais jovens estão mais propensos a pagar para ter conectividade dentro de seus veículos. Dos entrevistados da faixa etária entre 18 e 39 anos, 55% consideram importante ter acesso a dados enquanto dirigem. Ao analisar a faixa entre 40 e 69 anos, esse número cai para 29%. Assim, 83% dos jovens aceitariam assinar um serviço do tipo.

Fonte: Exame.com

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *