Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

13 de julho de 2024

70% dos bafômetros no Distrito Federal estão danificados


Por Talita Inaba Publicado 06/12/2012 às 02h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h55
Ouvir: 00:00

Apenas 30 dos cem bafômetros usados pelo Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) e pelo Batalhão de Trânsito da Polícia Militar do DF (BPTran) estão em funcionamento. O restante dos aparelhos estão com a calibragem vencida e não podem ser utilizados nas operações de fiscalização da Lei Seca. De acordo com a PM, a licitação para selecionar uma empresa para calibrar os aparelhos atrasou, mas foi concluída e os equipamentos já foram recolhidos pela empresa vencedora. A expectativa é de que eles sejam devolvidos na próxima semana prontos para uso. Como todos os aparelhos vencidos são do BPTran, o Detran teve que emprestar quatro dispositivos para a PM usar nas blitze. De acordo com o comandante do (BPTran), Anderson Moura, os policiais estão usando os equipamentos apenas nas operações em locais estratégicos e em horários com maior movimento. Ainda segundo Moura, a escassez de bafômetros não afeta muito as operações de fiscalização, já que quase todos os motoristas que consumiram bebidas alcoólicas e são flagrados em blitze se recusam a fazer o teste, sendo autuados por meio de constatação do policial ou do agente de trânsito. O comandante diz ainda que nos casos em que o motorista aceita fazer o exame rápido e nenhum aparelho está disponível, a equipe responsável pela blitz solicita no momento do ocorrido o envio de um dispositivo para o local. Fonte: Vermelho

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *