Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de julho de 2024

Acidentes de trânsito mataram 90 ciclistas em 2012 no RS


Por Mariana Czerwonka Publicado 26/09/2012 às 03h00 Atualizado 09/11/2022 às 00h04
Ouvir: 00:00

Os acidentes de trânsito em 2012 no Rio Grande do Sul já mataram 90 ciclistas, segundo o Departamento de Trânsito do estado (Detran). A média mensal de vítimas supera a registrada no ano passado. Os ciclistas são a parte mais vulnerável nas ruas e avenidas. Em Sapiranga, são 40 mil bicicletas para 75 mil habitantes, pelas contas da prefeitura da cidade da Região Metropolitana de Porto Alegre.

“De manhã, de tarde, de noite a gente só anda de bicicleta”, disse a empregada doméstica Dilce Boniarte, moradora de Sapiranga

Os ciclistas do município se arriscam diariamente ao cruzar a perigosa rodovia que divide a cidade. Essa grande quantidade de bicicletas andando em uma estrada por onde passam milhares de carros diariamente, torna o trecho da RS-239 um dos mais perigosos do estado para quem anda de bicicleta. Três ciclistas morreram em acidentes nos últimos 60 dias no local.

Segundo o Tenente César Fonseca, do Comando Rodoviário da Brigada Militar de Sapiranga, a maioria das mortes ocorre por desrespeito às leis de trânsito.

“O ciclista não atravessa nos lugares adequados e também os veículos que trafegam em alta velocidade não tomam os cuidados necessários”, disse o policial.

Imprudência e má sinalização aumentam as chances de graves acidentes, segundo um gestor de segurança no trânsito.

“Quanto menos visão, mais cautela ele precisa ter. Mais atenção. Precisa diminuir a velocidade, alternar farol com alto e baixo”, explica o gestor de segurança no trânsito, Evérton Cassere.

FONTE: G1

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *