Notícias

Notícias

Acidentes nas BRs estão em queda 

Acidentes nas BRs estão em queda

Acidentes nas BRs diminuemPolícia Rodoviária Federal (PRF) registrou uma redução de 6% no número de mortes nas rodovias federais durante os seis dias em que foi realizada a Operação Carnaval em relação ao mesmo período de 2013. Apesar de este ano 155 pessoas terem perdido a vida em rodovias, duas a menos que as 157 mortes registradas ano passado, a PRF leva em conta a proporção entre ocorrências e a frota de veículos em circulação. Por este cálculo, ocorreram 1,88 morte para cada 1 milhão de veículos entre 0h da última sexta-feira, até 24h de quarta-feira (5), contra 2,1 mortos para cada milhão registrados na Operação Carnaval de 2013.

A PRF também considera haver redução nos acidentes e feridos este ano, apesar de os números absolutos registrarem pequenos aumentos. No total de acidentes, por exemplo, foram 3.201 em 2014, contra 3.149 ano passado (aumento de 1,65%), mas a PRF considera ter ocorrido redução de 9% pelos dados terem passado de 42,5 acidentes para cada 1 milhão de veículos em 2013 para 38,82 para cada milhão este ano. Já o número relativo de feridos reduziu 16%, passando de 26,18 para cada milhão de veículos em 2013 para 22,11 por milhão em 2014. Em números absolutos, foram 1.823 feridos este ano, contra 1.793 ano passado (aumento de 1,67%).

De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a frota brasileira passou de 66,9 milhão veículos no carnaval de 2013 para 82,4 milhões este ano. A PRF é responsável pelo policiamento em aproximadamente 70 mil quilômetros de estradas. “A frota cresce em média 8% ao ano, assim como o número de condutores e a malha viária sob responsabilidade da Polícia Rodoviária Federal”, afirmou o coordenador geral de Operações da instituição, inspetor Giovanni Di Mambro, explicando o motivo de mudança na forma de análise dos dados.

“Nos últimos três anos, estamos a cada ano diminuindo os índices Desde 1998, quando foi instituído o novo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), não se tinha diminuição nos índices de mortos e feridos”, acrescentou a diretora geral da PRF, inspetora Maria Alice Nascimento Souza.

Durante a Operação Carnaval 2014, o maior número de mortes foi registrado, pela primeira vez, no Paraná, onde 25 pessoas perderam a vida e 224 ficaram feridas em 354 acidentes. Em seguida veio Minas Gerais, com 24 mortes e 338 feridos em 547 acidentes, seguido pela Bahia, onde foram registradas 14 mortes e 87 feridos em 159 acidentes.

Segundo Di Mambro, os dois últimos Estados foram escolhidos como principais pontos para reforço do policiamento. “Os dois têm enormes malhas viárias. A Bahia atrai muita gente nesta época e Minas é o principal loca de passagem, mesmo fora do carnaval”, justificou.

Fonte: Tribuna do Norte

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']