Trending News

Notícias

Notícias

Boato via redes sociais espalha suposta mudança na CNH 

Boato via redes sociais espalha suposta mudança na CNH

Renovação de CNH

Um texto com uma série de mudanças na legislação quanto a renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) está sendo repassado via redes sociais e tem causado confusão em motoristas. As supostas novas regras seriam válidas para a CNH e o uso do extintor veicular.

O texto relata supostas alterações em relação a uma nova regra de renovação da carteira. Segundo o boato, se não for renovada após 30 dias do vencimento, a habilitação será cancelada automaticamente e o condutor obrigado a prestar novamente os exames médico, psicotécnico, de legislação e prática veicular,  os mesmos feitos para obtenção da permissão para dirigir.

De acordo com o diretor de Cadastro de Condutores e Veículos em exercício, Síades Santos, as mudanças não passam de boatos. As regras seguem inalteradas.

“A única maneira de a pessoa perder a CNH é por motivo de cassação. Nesse caso, é aberto um processo administrativo e seguida uma série de trâmites”, esclareceu. O boato ainda daria conta de uma multa, inexistente, aplicada pelo vencimento da CNH, no valor de R$ 1.200.

Em relação à carga horária para obtenção da primeira CNH, o boato diz que passaria de 30 horas/aulas para 45 horas/aulas no curso teórico. Na verdade, desde dezembro de 2004, a resolução 168 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) institui a carga horária de 45 horas/aula para o curso teórico.

Conforme a mesma resolução, o curso de direção veicular tem carga horária de 20 horas/aulas, sendo que 20% das aulas devem ser realizadas no período noturno.

Além disso, o texto alerta sobre a necessidade de retirar a embalagem de plástico que envolve o extintor de incêndio, caso contrário, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) aplicaria multa no valor de R$ 127,50 e cinco pontos na carteira.

De acordo com um inspetor da PRF, o proprietário do veículo só seria multado se o plástico viesse a dificultar o manuseio do extintor. “Depende do caso. Se o plástico atrapalhar que a pessoa utilize o equipamento, aí sim é infração”, declarou.

Segundo o Detran/RR, o extintor deve obedecer às normas do Inmetro e estar no prazo de validade. O presidente do Detran, Edgilson Dantas, lamentou a rapidez com que a mensagem tem sido compartilhada e afirma não haver nenhuma alteração nas normas.

“As regras são as mesmas. A pessoa pode renovar a CNH a qualquer hora. Caso ocorra alguma mudança, o governo federal e, consequentemente, o Detran farão o comunicado oficial”, acrescentou Dantas.

Fonte: CBN Foz

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *