Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

20 de julho de 2024

Capital do carro vai ficar a pé


Por Mariana Czerwonka Publicado 21/09/2009 às 03h00 Atualizado 10/11/2022 às 19h11
Ouvir: 00:00

Na próxima terça-feira, Curitiba, a cidade com o índice de motorização mais alto do país (um carro para cada 1,67 habitante), terá a rotina alterada. Será o Dia Sem Carro. Das 6 às 20 horas, as principais ruas do centro da cidade serão bloqueadas. Em vez de carros, o asfalto será espaço para uma série de atividades de lazer, serviços para a população e até o inédito ciclotáxi. E isso é só uma parte da programação prevista para 22 de setembro. A ideia é fazer o curitibano refletir sobre como tornar a cidade mais sustentável do ponto de vista do transporte urbano e da redução de emissão de poluentes. E no dia 23? Tudo como antes? Para o consultor especialista em trânsito J. Pedro Corrêa, a adesão a esse tipo de iniciativa já é um começo, mas são significa mudança. “Não é um dia de campanha específica, ou alguns dias, que vai resolver. Precisamos de programas permanentes, com ações de longo prazo e objetivos bem definidos”, afirma. Segundo ele, ao fim de campanhas efêmeras, a tendência é que se volte ao mesmo patamar de antes. “Se não houver um trabalho contínuo, sistemático e orientado, vamos fracassar. O que ilumina uma casa são as velas constantemente acesas”, diz.

Leia mais na reportagem da Gazeta do Povo.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *