Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

13 de julho de 2024

Cristo Redentor será iluminado de amarelo neste sábado


Por Mariana Czerwonka Publicado 09/05/2015 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 22h52
Ouvir: 00:00

Cristo RedentorO objetivo é ressaltar a importância de um trânsito mais seguro, com a redução das mortes e acidentes em todo o mundo

O Cristo Redentor, um dos principais cartões-postais do Brasil e considerado uma das novas sete maravilhas do mundo, será iluminado de amarelo neste sábado, dia 9 de maio. É mais uma iniciativa para chamar atenção ao Movimento Maio Amarelo, que busca colocar o trânsito e a segurança viária como temas para toda a sociedade.

A iluminação do Cristo vem ampliar a lista de monumentos pelo Brasil afora que estão dando visibilidade ao Movimento, uma vez que outras referências importantes já deram espaço ao Maio Amarelo, ressaltando a importância de um trânsito mais seguro;  como, por exemplo, a Catedral de Brasília, o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o prédio do Supremo Tribunal Federal, e muitos monumentos em capitais dos estados no Brasil. Vale lembrar ainda a divulgação do Maio Amarelo no Maracanã, que recebeu uma faixa do Movimento e veiculou nos painéis do estádio mensagens do Movimento Amarelo, durante a final do campeonato carioca na semana passada.

Junto com a iluminação, será realizado um ato ecumênico nos pés do monumento, a partir das 18h, com a participação de diversas autoridades, inclusive de representantes do Observatório Nacional de Segurança Viária.

O presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro e autor da Lei Seca, o deputado federal Hugo Leal (Pros-RJ) lembra da importância da inciativa para redução dos acidentes no Rio de Janeiro, estado pioneiro nas operações da Lei Seca.

“Tivemos no Rio uma redução de 44% nos acidentes de trânsito em 2013, na comparação com 2012. Mesmo assim, o trânsito ainda é muito violento no Brasil. O total de feridos graves vem subindo sem parar nos últimos anos, especialmente entre os motociclistas. Em 2013, 10.308 pessoas ficaram gravemente feridas em acidentes de trânsito no Rio. Desses, 48,73% são pedestres e 34,08% motociclistas”, lembrou o parlamentar.

A coordenadora do Maio Amarelo, pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), Natalia Gradim, afirma que o movimento, que está em seu segundo ano, já registra atividades programadas para boa parte dos estados, mas o mais importante é que as ações venham acompanhadas de mudanças de atitudes no transitar diário. “O movimento tem um objetivo comum que é diminuir o número de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. As pessoas precisam entender que a responsabilidade para um trânsito mais seguro depende de todos”, afirma.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *