Notícias

Notícias

Falta de uso do cinto de segurança ainda lidera autuações 

A falta de uso do cinto de segurança figura como a 1ª no ranking das autuações do primeiro semestre deste ano em rodovias da região de Campinas, segundo levantamento da Polícia Militar Rodoviária. No mesmo período do ano passado, a infração permanecia em 6º lugar.

O número dessas autuações teve aumento de 84,6% nas rodovias que passam pela região, o que inclui a Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), a Anhanguera (SP-330), a Ademar Pereira de Barros (SP-340), a Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP-101) e a Dom Pedro I (SP-065).

Nos primeiros seis meses deste ano, foram registradas 1.544 infrações pelo não uso do dispositivo de segurança, enquanto no mesmo período de 2012 foram feitas 836 autuações. No ano passado, a infração permanecia no ranking atrás de autuações como conduzir veículo sem licenciamento, transitar em acostamento e não guardar distância de segurança em relação aos demais veículos.

Autuação em movimento

O capitão da Polícia Rodoviária Vladmir Ribeiro afirma que um dos motivos para o aumento do número de autuações são as obras nas rodovias, que possibilitam a visualização da infração. “Hoje nós temos aqui no entorno de Campinas muitas obras nas rodovias e isso faz com que haja uma diminuição da velocidade dos veículos, facilitando a nossa fiscalização e visualização”, afirma.

Segundo ele, a infração é de difícil constatação pelos policiais rodoviários e a maioria das autuações são feitas a revelia, isto é, a falta de uso do cinto é visto pelo policial que realiza a autuação sem parar o veículo autuado.

No banco traseiro

Segundo o capitão, 80% das autuações são de passageiros do banco traseiro que não utilizam o cinto de segurança. “Existe uma cultura enganosa de que a obrigatoriedade é somente para quem está no banco da frente”, afirma Ribeiro.

O especialista em trânsito Rogério Alves afirma que o uso de cinto de segurança no banco traseiro protege todos os passageiros do veículo em caso de acidente. “Ele deve ser utilizado em todos os bancos, até porque o passageiro de trás sem cinto causa lesão no passageiro sentado na frente e pode até agravar as lesões”, explica.

Fonte: Globo.com


Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *