Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de julho de 2024

Arrancadas bruscas ou derrapagens podem levar à suspensão direta da CNH. Veja!

Arrancadas bruscas e derrapagens são condutas imprudentes que podem levar à um acidente e também à suspensão direta da CNH.


Por Mariana Czerwonka Publicado 08/12/2022 às 08h15
Ouvir: 00:00
Arrancadas bruscas e derrapagens
O agente de trânsito deve realizar a autuação nos casos em que o condutor utiliza o veículo com o propósito de se exibir ou demonstrar destreza. Foto: Depositphotos

Estudos apontam que em qualquer acidente ocorre pelo menos uma dessas três falhas humanas: negligência, imprudência ou imperícia. Evitar situações de risco pode não apenas evitar multas de trânsito, mas acidentes e até mesmo tragédias. Uma dessas situações são as arrancadas bruscas ou derrapagens, feitas conscientemente, no intuito de chamar a atenção de alguma forma. Essa é uma conduta imprudente que pode levar à um acidente e também à suspensão direta da CNH.

De acordo com o Manual Brasileiro de Fiscalização de Trânsito, o agente de trânsito deve realizar a autuação nos casos em que o condutor utiliza o veículo com o propósito de se exibir ou demonstrar destreza, realizando manobra perigosa mediante arrancada brusca, derrapagem ou frenagem com deslizamento ou arrastamento de pneus. Nesse caso, a infração é gravíssima, com multa de R$ 2.934,70. Além da suspensão direta da CNH, há a previsão da remoção do veículo para o pátio.

Ainda de acordo com o Manual, são exemplos desse tipo de exibição:

  • Condutor efetuou um cavalo de pau sobre a pista, de forma deliberada.
  • Condutor efetuando  manobra “zerinho” com o veículo em movimento.
  • Motociclista “queimando” pneu traseiro imobilizado sobre a via (burn rubber).
  • Condutor realizando manobra conhecida como “drift”.

Conforme Eliane Pietsak, pedagoga e especialista em trânsito, o condutor imprudente pode contribuir, e muito, na ocorrência de um acidente.

“Imprudente é aquela pessoa que se expõe a riscos desnecessariamente, sem medir as consequências. Ao se arriscar realizando manobras ousadas ele pode colocar em risco a própria segurança e a dos demais usuários do trânsito”, explica.

Por isso, de acordo com a especialista, é tão importante rever os hábitos no trânsito para evitar acidentes. “É preciso conhecer e praticar as técnicas de direção defensiva. Além disso, reconhecer e abandonar antigos vícios e maus hábitos. Ao alterar o comportamento, o condutor acaba automatizando procedimentos e atitudes corretas”, finaliza.

Curso de reciclagem

O condutor que tem a CNH suspensa, além de cumprir o prazo de suspensão, deve fazer o Curso de Reciclagem, que pode ser presencial ou online.

O Curso de Reciclagem tem carga horária de 30 horas/aula, que está dividida da seguinte forma:

  • Legislação de Trânsito – 12 horas aula
  • Direção Defensiva – 8 horas aula
  • Primeiros Socorros – 4 horas aula
  • Relacionamento Interpessoal – 6 horas aula

Receba as mais lidas da semana por e-mail

1 comentário

  • Despachante Novo Mundo » Arrancadas bruscas ou derrapagens podem levar à suspensão direta da CNH. Veja!
    11/12/2022 às 05:23

    […] Fonte: Portal do Trânsito […]

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *