Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

25 de julho de 2024

Presidente Bolsonaro diz que mudanças no CTB serão votadas na próxima semana


Por Mariana Czerwonka Publicado 07/12/2019 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 21h56
Ouvir: 00:00
Pontos na CNHFoto: Divulgação.

Em live na última quinta-feira (05), o presidente da República, Jair Bolsonaro afirmou que o projeto de lei que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), deve ser votado na Câmara dos Deputados na próxima semana. O Presidente disse que já tratou do assunto com o líder da Casa, o deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ).

“Está tudo certo para semana que vem se votar um projeto nosso que mexe no Código de Trânsito. Passar de cinco para dez anos a validade da carteira de motorista e aumentar de 20 para 40 pontos o limite para se perder a carteira (ao longo de 12 meses em infrações de trânsito), entre outras medidas que a Câmara vai implementar”, disse Bolsonaro, em live realizada no carro.

No dia 04 de junho desse ano, o presidente Jair Bolsonaro enviou um Projeto de Lei que modifica o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) para, além das mudanças citadas acima, alterar as regras para o transporte de crianças, o exame toxicológico e as aulas noturnas no processo de formação de condutores, entre outras.

O PL 3267/19 recebeu parecer favorável do relator o deputado Juscelino Filho (DEM-MA), à aprovação do PL, mas com ressalvas propostas em um substitutivo.

Leia matéria completa sobre o que pode mudar. 

Em outra declaração polêmica durante a semana, Bolsonaro disse que, o aumento no limite de pontos na carteira ajuda motoristas como de caminhão, ônibus, táxi e de aplicativos de transporte, “que têm muita infração”. “É comum ter infração. (Há) pardal em tudo quanto é lugar”, argumentou.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *