Notícias

Notícias

Aprenda a gastar menos com combustível 

combustivelUm estudo mostrou que mais de 600 mil famílias baianas estão sofrendo com endividamentos devido à alta dos preços. Em tempos de inflação lá em cima, o custo de vida tem aumento e o salário do trabalhador não segue na mesma proporção. Para tentar viver sem se apertar é preciso pechinchar e economizar. A primeira coisa a fazer é diminuir os gastos excessivos. Porém, existem consumos que não podem ser substituídos, exemplo, gastos com gasolina.

Mas, segundo os especialistas, existe, sim, a possibilidade de economizar até 20% desse gasto, se o motorista adotar posturas diferentes como mudar o modo de dirigir e cuidar bem da manutenção dos veículos. Todo mundo sabe que os congestionamentos do trânsito das grandes cidades é um grande vilão para o bolso do consumidor e também para a vida útil das peças do automóvel.

A estudante de fisioterapia Cristina Cardoso, 35 anos, tem um carro modelo Celta, tido como um dos mais econômicos em termos de gasolina. Porém, a motorista abusava do acelerador e quase não colocava a quinta marcha, o que representava um forçamento maior do motor. “Eu tenho pouco tempo dirigindo e acelerava demais, além de forçar nas marchas. Notei que o carro estava gastando muita gasolina e fui aprendendo a aliviar o pé da aceleração e percebi que economizei dinheiro na gasolina”, completou.

Assim como é importante realizar a manutenção preventiva de alguns componentes regularmente, com a intenção de evitar gastos ainda maiores, mudar alguns hábitos na direção pode ajudar a economizar combustível. Com o preço do combustível nas alturas, o jeito é economizar. O médico da Associação Brasileira de medicina de tráfego (Abramet), Eduardo Sampaio, dá dicas do que fazer para gastar menos combustível.

“Em se tratando de uma capital com trânsito cada vez mais congestionado, é complicado economizar em gasolina, mas, mesmo assim, é possível obter uma economia. É preciso que os motoristas aliviem o pé da aceleração e não façam arrancadas para ter que parar logo à frente. Se o trânsito está parado, não tem necessidade de grandes arrancadas, pois isso só faz desgastar peças do veículo e consumir mais gasolina”, ressaltou.

Atenção na passagem da marcha

Outra dica do especialista Eduardo é para que o motorista esteja atento ao pedido de marcha do carro, pois a marcha errada vai ter um aumento de consumo, e ainda causando prejuízo ao próprio motor. A velha banguela, utilizada por muitos motoristas em descidas de ladeiras, conforme Eduardo, se a marcha não acompanhar o movimento do veículo no final da descida, o motor do carro acaba forçando e consumindo mais combustível.

“O item mais importante é para que os motoristas adotem um hábito de abastecer em postos de combustíveis de sua confiança e sempre utilizar o mesmo local, pois cada posto existe uma diferença na qualidade do combustível e, se abastecer em outros locais, o veículo acaba danificando. É como se ele não reconhecesse os tipos diferentes de combustíveis e quando a pessoa abastece sempre com um mesmo posto, o carro reconhece aquela qualidade”.

Se tratando de uma capital, como Salvador, com trânsito parado e muito calor, os motoristas têm usado hábitos de manter o ar-condicionado sempre ligado para evitar também os assaltos. Mas, muitos motoristas acham que isso acaba aumentando o consumo do combustível. Porém, o especialista Eduardo garante que o aumento está em torno de 2% se comparando aqueles motoristas que rodam com os vidros abertos.

“Se a pessoa anda com o ar ligado, isso representa um aumento em 5%, mas, aqueles que rodam com os vidros abertos, o aumento é em torno de 3% devido ao ar que entra no carro, acaba aumentando o consumo. Então, não vale apena andar com os vidros abertos, uma vez que utilizando o ar-condicionado, além de ter um maior conforto, o motorista tem mais segurança”, aconselhou o médico Eduardo Sampaio.

Fonte: Tribuna da Bahia

Artigos Recomendados Para Você

Deixe um comentário

Campos obrigatórios *

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Politica de Privacidade.

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']