Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

13 de julho de 2024

Honda desenvolve aplicativo para evitar congestionamentos


Por Mariana Czerwonka Publicado 28/03/2013 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h44
Ouvir: 00:00

Sistema é baseado na velocidade média dos veículos e promete, inclusive, reduzir o consumo de combustível

Além de produzir carros e desenvolver tecnologias que melhoram o desempenho dos motores, as montadoras tem investido bastante na criação de novidades que possam melhorar o ato de dirigir e a convivência no trânsito. Depois do sistema que tira seu carro da vaga e o conduz até você e da tecnologia que pretende medir o nível de diversão da sua viagem, agora é a vez da Honda tentar evitar os estressantes congestionamentos.

A montadora desenvolveu um aplicativo que orienta os motoristas sobre como dirigir a fim de evitar ficar parado no trânsito. A ideia não é oferecer rotas alternativas com melhor fluxo, como alguns sistemas de GPS já fazem. O sistema detecta os padrões de aceleração e frenagem da sua condução e envia os dados para um servidor. Lá, as informações sobre o modo de conduzir de todos os usuários do aplicativo são analisadas e, a partir disso, o aplicativo tenta organizar o fluxo de carros.

Na prática, é bastante simples. Enquanto dirige, o motorista fica atento à tela de seu smartphone (que pode ser afixado no pára-brisas, como um GPS, para diminuir os riscos de um acidente). Se o carro estiver sendo dirigido em uma velocidade coerente com as condições de tráfego da via, a tela do celular fica verde.

Caso o motorista esteja dirigindo em uma velocidade superior ao recomendado (de acordo com a quantidade de carros à frente), a tela do aparelho ficará roxa. Ou seja, o motorista deve reduzir a aceleração até que a tela volte ao verde. A ideia é que se todos os motoristas dirigirem seus veículos de modo a manter a tela do aparelho verde, a quantidade de frenagens bruscas será menor, já que o padrão de aceleração dos carros será parecido. Assim, a chance de formar um engarrafamento é reduzida. Outra consequência de dirigir na faixa verde do aplicativo é que as retomadas de aceleração a partir do zero são menores. Assim, Honda acredita que o consumo de combustível pode ser reduzido em até 20%.

Apesar de ainda não estar sendo oferecido para o público, o aplicativo já foi desenvolvido e até testado pela montadora. O lugar escolhido foi Jacarta, na Indonésia, uma das cidades mais congestionadas do mundo.

Fonte: Auto Esporte

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *