Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

23 de julho de 2024

Lançado Programa Rodovida para reduzir acidentes de trânsito


Por Assessoria de Imprensa Publicado 15/12/2021 às 18h44 Atualizado 08/11/2022 às 21h17
Ouvir: 00:00

O programa Rodovida tem ações de fiscalização e de educação no trânsito para tornar as estradas do país mais seguras.

Intensificar a fiscalização com a integração entre órgãos públicos federais, estaduais e municipais para prevenir acidentes de trânsito e conscientizar os condutores. Esses são os objetivos do Programa Rodovida, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), lançado nesta terça-feira (14/12). A ação tem o apoio do Ministério da Infraestrutura.

O Rodovida é um conjunto de ações, organizadas pela PRF, em parceria com os órgãos do Sistema Nacional de Trânsito, para reduzir os acidentes de trânsito nas rodovias durante os feriados de fim de ano, assim como das férias escolares e Carnaval. O programa ocorre até março de 2022.

Redução de acidentes

O Programa foi criado a partir da Operação Rodovida, instituída pela Polícia Rodoviária Federal em 2011 para intensificar as ações de fiscalização integrada nas festas de fim de ano se estendendo até o Carnaval. Os bons resultados fizeram com que a operação fosse transformada em programa, dessa forma tornando as ações mais abrangentes.

“Essa operação se eleva ao nível de programa e se estenderá a todos os órgãos de trânsito do país. Não só nas rodovias federais, mas também nas rodovias estaduais, municipais e, até mesmo nas vias urbanas, em localidades que recebem turista nesse período de verão. Esse é um marco muito importante que celebra essa integração dos órgãos buscando sempre a segurança no trânsito”, disse o titular da Secretaria Nacional de Trânsito do Ministério da Infraestrutura, Frederico Carneiro.

A Polícia Rodoviária Federal apresentou dados, na cerimônia, que apontam que em 2010 aconteceram cerca de 8.700 mortes em rodovias federais no país. De acordo com a corporação, a mobilização realizada pela Operação Rodovida a partir de sua criação, em 2011, interrompeu a sequência de alta e, em 2020, foram registrados cerca de 5.800 óbitos.

Ao longo dos anos, a Operação intensificou a política de integração para ampliar os efeitos preventivos desenvolvidos pela Polícia Rodoviária Federal e parceiros. Nesse sentido, também teve em sua pauta a atividade de fiscalização e educação para o trânsito.

Modernização no trânsito

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou que é preciso combater a perda de vidas no trânsito com a participação da população.

“É importante que a sociedade se conscientize da importância e do valor de um trânsito seguro”, disse.

O ministro destacou que o governo tem empreendido esforços para modernizar a legislação de trânsito e digitalizar os serviços ligados à área. Conforme o ministro, as mudanças têm tornado a legislação mais severa para condutores que cometem infrações graves, como dirigir alcoolizado, e desburocratizado a vida do condutor que comete infrações leves.

“Tudo é feito para que a vida do cidadão fique mais fácil. Bem como, mais segura porque estamos caminhando no tripé: engenharia, educação e fiscalização”, destacou Tarcísio Gomes de Freitas.

O Programa Rodovida já está em operação para os feriados deste fim de ano e férias escolares. O programa segue até março de 2022.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *