Notícias

Notícias

Maioria dos acidentes são causados por imprudência e cansaço 

No primeiro carnaval de tolerância zero ao álcool, caiu o número de acidentes nas estradas brasileiras. O balanço parcial da polícia Rodoviária Feral mostra que o número de mortos aumentou em alguns estados por causa do excesso de velocidade e imprudência dos motoristas. Um grave acidente aconteceu na BR 040, que liga o Rio de Janeiro a Belo Horizonte. O acidente foi em uma pista simples, em uma reta onde, segundo a polícia, é pequeno o número de acidentes. Um homem, três mulheres e a filha de uma delas, de dois anos, morreram na hora. Eles tinham passado o carnaval em Búzios e voltavam para casa em comboio com um grupo de amigos. O cochilo em um posto a beira da estrada pode ter sido insuficiente.

A Polícia Rodoviária suspeita que o motorista dormiu ao volante. “Trinta e cinco por cento dos óbitos registrados ate o momento se devem em decorrência de colisões frontais, que é o acidentes mais grave que acontece”, diz Adilson Sousa, inspetor da Polícia Rodoviária Federal. Para diminuir o número de acidentes, esse carnaval foi o primeiro com tolerância zero para o álcool. Foram usados 1.200 bafômetros em testes realizados nas estradas federais. Com o aumento da fiscalização, diminuiu em mais de 30% o número de pessoas presas por dirigir embriagadas. Mesmo assim, 338 motoristas foram presos em flagrante.

Um balanço parcial da Polícia Rodoviária mostra que caiu o número de acidentes nos três primeiros dias de carnaval. No ano passado, 130 pessoas morreram nesse período. Este ano foram 97. Em alguns estados, a imprudência e o excesso de velocidade mataram mais que no ano passado. Em Minas Gerais, o número de mortos subiu de 15 para 18 nos três primeiros dias de carnaval. No Rio Grande do Sul, aumentou de oito para doze. Em um dos acidentes, quatro pessoas da mesma família morreram quando o carro se chocou de frente com um caminhão. O flagrante de um dos acidentes mais graves em Minas Gerais mostra uma carreta, que estava com velocidade acima do permitido, segundo a polícia rodoviária. Tombando em uma curva, o motorista invade a pista contrária e bate em um ônibus, na estrada que liga Belo Horizonte a Vitória. Ele morreu e 11 passageiros do ônibus ficaram feridos. O balanço final da Polícia Rodoviária Federal inclui os acidentes da Quarta-Feira de Cinzas. Por isso, os números serão divulgados na quinta-feira (14).

Fonte: Jornal Hoje

Artigos Recomendados Para Você

Deixe um comentário

Campos obrigatórios *

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Politica de Privacidade.

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']