Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

13 de julho de 2024

Manutenção preventiva gera mais segurança no trânsito


Por Assessoria de Imprensa Publicado 15/11/2022 às 11h15
Ouvir: 00:00

A manutenção preventiva possibilita o bom funcionamento e aumenta a longevidade do veículo. Além disso, garante maior segurança ao condutor e passageiros. Veja dicas do DNIT.

A manutenção preventiva é uma maneira de deixar o veículo em bom estado e mais próximo das condições originais. Ela possibilita o bom funcionamento e aumenta a longevidade do veículo. Além disso, garante maior segurança ao condutor e passageiros.

Existem outros tipos de manutenção como a preditiva que utiliza diversos equipamentos de diagnósticos e revisões constantes para conferir com precisão o funcionamento e a eficiência de cada um dos componentes analisados. A corretiva que tem o objetivo de corrigir problemas e a detectiva cujo objetivo é testar o uso do automóvel a longo prazo, a fim de garantir a sua boa operação.

Quando realizar a manutenção preventiva

Conforme o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), essa manutenção não tem data específica, vai variar de acordo com o ano de fabricação do veículo e o modelo. Especialistas recomendam a manutenção preventiva pelo menos a cada seis meses ou aos 10 mil quilômetros rodados.

Ela também varia de acordo com a maneira que o condutor dirige. A direção segura evita o desgaste descompensado e impede que o veículo seja exposto a condições extremas.

Outro ponto importante é se o veículo é zero ou não. No caso de zero quilômetro deve-se realizar as manutenções obrigatórias. No caso de seminovo, certificar-se que ele passou pelas revisões obrigatórias e levar periodicamente a um mecânico de confiança.

Itens a serem observados na manutenção preventiva

Segundo o DNIT, além dos equipamentos básicos que devem sempre ser monitorados como pneus, lanternas, freios, bateria, limpadores e nível de óleo, outros itens são muito importantes como: sistema de arrefecimento, filtros de combustível assim como de ar.

Para evitar o desgaste excessivo de pneus que compromete a segurança, é importante fazer o alinhamento e balanceamento, além de realizar o rodízio dos pneus.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *