Notícias

Notícias

Menos da metade chega a finalizar o processo da CNH Popular 

Segundo Detran, muitos candidatos sabem ler e escrever, mas não compreendem o que estão lendo

Mais seis bairros de Fortaleza que estão cadastrados no programa Carteira de Motorista Popular para motocicletas terão seleção de hoje até o dia 5 de outubro na Unidade Móvel do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Porém, de acordo com o órgão, de um universo de 400 mil cadastrados desde 2009, em menos da metade dos casos todo o processo é validado.

O Detran tem observado que muitos candidatos sabem ler e escrever, mas não compreendem o que estão lendo, e isso condiciona boa parte das eliminações. Além desse analfabetismo funcional, outro problema se dá no pré-cadastro: só deveria inscrever-se quem atende os requisitos mínimos, como leitura.

A partir de hoje, moradores da Parangaba, Montese, Itaperi, Vila Peri, Serrinha e Demócrito Rocha serão atendidos pelo programa ao lado do Ginásio Poliesportivo da Parangaba.

Para participar, é necessário já ter feito inscrição no site do Detran (http://www.portal.detran.ce.gov.br). Nessa seleção, todos os documentos exigidos devem ser apresentados.

Original e cópia do CPF, Carteira de Identidade e o comprovante de que está em um dos requisitos: estar matriculado em escola pública (ensino fundamental, médio ou profissionalizante), ser beneficiário do Bolsa Família, ser egresso do sistema penitenciário ou ser portador de necessidade especial.

Processo

O programa permite a aquisição da carteira sem nenhum custo durante todo o processo: matrícula no Centro de Formação de Condutores (autoescola), as aulas teóricas, exame teórico e aulas e exames práticos. De 2009 para cá, cerca de 50 mil pessoas em todo o Ceará já receberam a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) Popular. A maior parte está no Interior.

Em Fortaleza, três mil pessoas foram selecionadas neste ano e, portanto, estão aptas a possuir a CNH popular. A seleção na Capital é realizada a cada dois anos.

De acordo com o Detran, isso acontece porque existe baixa procura para obtenção da habilitação para moto. A Unidade Móvel do Detran atenderá das 8h às 20 horas até sexta-feira.

Uma das dúvidas que chegam ao Detran é como o beneficiário do Bolsa Família, sem ser titular no cartão-benefício, pode ter o direito de participar. Basta que o beneficiado solicite na prefeitura ou no Centro de Referência da Assistência Social da sua cidade o Número de Identificação Social (NIS), uma vez que cada membro da família tem um número próprio. Portadores de necessidades especiais devem apresentar o número na Classificação Internacional de Doenças.

Prazo

A lei que criou o programa da Carteira Popular dá o prazo de um ano para que o candidato selecionado conclua todo o processo. O primeiro ´reteste´ é gratuito. O segundo exige uma quantia de R$ 25,00.

Ainda há casos em que o beneficiado demora a fazer todos as etapas do processo. Solicitar o exame prático para o último mês do prazo pode incorrer na perda do direito, no caso de eventuais adiamentos de datas ou mesmo na reprovação na primeira vez, por exemplo.

FONTE: Diário do Nordeste


Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']