Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

24 de julho de 2024

Do poço à roda: cartilha mostra impacto das emissões de gases veiculares

O objetivo da cartilha, da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva - AEA, é calcular as emissões de gases dos veículos leves.


Por Pauline Machado Publicado 27/01/2023 às 13h30
Ouvir: 00:00

Com o objetivo de calcular as emissões de gases veiculares a Associação Brasileira de Engenharia Automotiva – AEA lançou a cartilha Do poço à roda. Ela já está disponível no site da entidade.

De acordo com a AEA a publicação aponta as vantagens do Brasil neste campo de atuação. Tendo em vista o fato de a matriz energética brasileira contar com 80% de energias renováveis de fonte hidráulica, biomassa, eólica e solar, enquanto no restante do mundo este mesmo índice corresponde a apenas 27%. Os restantes 73% são compostos por energias não renováveis, como gás natural, derivados de petróleo, carvão e nuclear.

A entidade ressalta, ainda, que há uma grande discussão sobre o conceito Do poço à roda. Está prevista a implementação desse conceito na segunda fase do Rota 2030, no período de 2023 a 2027 para veículos leves. Segundo a associação, trata-se de um conceito abrangente. Ele avalia o impacto do setor de transporte de veículos leves nas emissões de gases de efeito estufa (CO2). Nesta esfera, considera-se as emissões de CO2 na produção dos energéticos e do uso do veículo, que na cartilha se denomina como CO2eq.

Indústria automobilística e pesquisa

Diante do cenário em que se encontra a indústria automobilística mundial, devido à transição dos motores de carros a combustão e elétricos, a AEA considera que a publicação vem somar ao mercado brasileiro com informações técnicas precisas. Isso vai ao encontro do seu propósito que é agregar não apenas empresas do ramo, mas também o governo. Além disso, universidades e demais entidades da cadeia.

Neste sentido, o conceito Do poço à roda reflete na prática, o impacto das emissões de gás carbônico de veículos movidos por qualquer combustível ou fonte energética. Como, por exemplo, elétricos, flex, diesel, etc…

Tendo como base a metodologia de cálculo e a intensidade de carbono dos energéticos no Brasil em vários anos, a cartilha, além de compartilhar os conceitos, mostra um passo a passo sobre como calcular as emissões de CO2, Do poço à roda (CO2eq) com base em dados públicos, a fim de que toda sociedade possa entender e calcular este impacto ambiental.

Por fim, a entidade destaca ainda que os veículos híbridos plug-in, que combinam um motor elétrico com um propulsor flex, não são cobertos por esta cartilha, haja vista que, com os dados públicos não é possível calcular as emissões Do poço à roda.

De acordo com a AEA, para realizar o cálculo neste formato é preciso ter dados específicos. A exemplo de consumo energético, no caso de mono combustível ou elétrico, ou da autonomia, em veículos flex.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *