Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

20 de julho de 2024

Mais de 1.700 pessoas morreram em rodovias do Paraná


Por Talita Inaba Publicado 27/01/2013 às 02h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h50
Ouvir: 00:00

Em 2012, mais uma vez as estradas foram palco de centenas de mortes, porém os protagonistas dessas cenas são os motoristas, que na maioria das vezes são imprudentes.

Apesar dos números ainda incompletos, já se pode ter noção do grande aumento nas mortes que acontecem nas estradas. Durante 2012, cerca de 1.700 pessoas morreram em rodovias de todo o Paraná.

Isso representa um grande aumento se comparado a anos anteriores. Em 2008 foram registradas 289 mortes nas rodovias federais, o número quase triplicou até 2011, com 737. Em 2012 foram mais de 800 casualidades.

Na área atendida pelo posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Laranjeiras do Sul, foram 105 mortes em 2011 e 157 no ano passado. Segundo o comandante do posto da PRF em Laranjeiras, Paulo Muzzi, a principal causa de acidentes são as ultrapassagens imprudentes.

Causas
De todos os acidentes que deixaram vítimas, a maioria foram colisões frontais, porém atropelamentos também colaboraram muito para o aumento desses números. Alguns casos que não dependem da atenção dos motoristas, como problemas mecânicos, causaram poucas mortes.

É importante ressaltar que houve grande aumento na frota de veículos, mas isso não é motivo para a desatenção e o desrespeito as normas e sinalizações de trânsito.

Fonte: Jornal Correio do Povo

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *