Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

17 de julho de 2024

Faixa de pedestre será patrimônio imaterial do DF

O reconhecimento eleva essa sinalização de trânsito a um ícone da cultura brasiliense.


Por Assessoria de Imprensa Publicado 29/06/2024 às 11h30
Ouvir: 00:00
Faixa de pedestre DF
Reconhecimento da faixa de pedestre ressalta a prioridade em segurança no DF | Foto: Divulgação/GDF Presente

Como reconhecimento pelo respeito no trânsito e cordialidade, as faixas de pedestre serão declaradas Patrimônio Cultural Imaterial do Distrito Federal pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Artístico e Cultural do DF (Condepac), vinculado à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF (Secec). O secretário Claudio Abrantes fez o anúncio. 

A oficialização da medida ocorrerá em reunião do Condepac e depois haverá a publicação no Diário Oficial do DF (DODF). Além do reconhecimento como um ícone da cultura brasiliense, essa ação impõe ao Estado um plano de salvaguarda. “Esse plano envolve uma série de ações com vistas a preservar essa cultura. E, inclusive, ter isso agregado às ações da Secretaria de Cultura e de outras secretarias”, afirma o titular da Secec. 

Para o secretário, existe uma relação estreita entre o brasiliense e essa sinalização de trânsito:

“Eu duvido que tenha alguma cidade com tanta relação com a faixa de pedestre quanto Brasília, inclusive para cobrança. As pessoas cobram faixa de pedestre perto de casa, perto da escola. Quando elas não estão devidamente pintadas, os órgãos competentes são cobrados para resolver isso”.

Com o reconhecimento, a faixa de pedestre se junta a outros bens imateriais registrados no Distrito Federal. Como, por exemplo, a Associação Recreativa Cultural Unidos do Cruzeiro (Aruc), o Bumba Meu Boi do Seu Teodoro, o Clube do Choro de Brasília, a Festa do Divino Espírito Santo de Planaltina, o Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, o Ideário Pedagógico de Anísio Teixeira, a Via Sacra de Planaltina e a Praça dos Orixás.

*Com informações da Secec

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *