Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

20 de julho de 2024

Cinco capitais têm aumento nas tarifas de ônibus em 2014


Por Mariana Czerwonka Publicado 11/04/2014 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h15
Ouvir: 00:00

Aumento das tarifas de ônibusRio, Porto Alegre, Boa Vista, Maceió e Cuiabá tiveram aumento. Em 2013, capitais cancelaram reajuste na tarifa após onda de protestos

Levantamento realizado pelo G1 mostra que cinco capitais aumentaram a tarifa de ônibus municipais em 2014. Os preços das passagens tiveram reajuste neste ano em Boa Vista, Cuiabá, Maceió, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

O número deve passar para seis. Em Belo Horizonte, um reajuste de 7,5% foi aprovado no dia 3 de abril, mas uma liminar do Ministério Público de Minas Gerais suspendeu o aumento. A passagem mais usada em BH tinha passado de R$ 2,65 para R$ 2,85.

Em 2013, 11 capitais brasileiras haviam aumentado a tarifa, mas a maioria delas recuou após a onda de protestos no país. Aracaju, Curitiba, Goiânia, João Pessoa, Manaus, Natal, Recife, Rio de Janeiro, São Paulo e Vitória cancelaram o reajuste. A prefeitura de Fortaleza também tentou impedir o aumento, mas uma decisão da Justiça manteve o preço da tarifa em R$ 2,20.

Por causa dos protestos que levaram milhares às ruas em diversas cidades do país, mesmo capitais que não haviam decretado aumento no ano passado acabaram reduzindo os preços. Foram os casos de Campo Grande, Macapá e Cuiabá.

Reajuste em 2014
Em Boa Vista, a tarifa subiu de R$ 2,25 para R$ 2,60 e passou a vigorar em 2 de janeiro deste ano. No Rio de Janeiro, o aumento começou em 8 de fevereiro, passando de R$ 2,75 para R$ 3. Em Cuiabá, o reajuste foi aprovado em março, de R$ 2,60 para R$ 2,80.

Em Porto Alegre, o aumento entrou em vigor no dia 7 de abril, passando de R$ 2,80 para R$ 2,95. Em Maceió, a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) tentou barrar o aumento, mas a Justiça manteve o reajuste de R$ 2,30 para R$ 2,50.

Fonte: G1 Notícias

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *