Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

23 de julho de 2024

Veja informações sobre isenção do IPVA para carros híbridos e elétricos

Adquirir um veículo eletrificado traz outras vantagens, como por exemplo a isenção do IPVA mas isso apenas em alguns estado


Por Thabita Yuri Publicado 21/06/2024 às 11h30
Ouvir: 00:00
close-up-no-carregamento-do-carro-eletrico (1)
Veja informações sobre o IPVA de carros elétricos. Foto: Freepik

Carros híbridos e elétricos estão tomando conta do país. O mês de janeiro de 2024 foi o segundo melhor de toda a série histórica de vendas. Segundo a ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico), houve o emplacamento de mais de 12 mil veículos eletrificados (elétricos e híbridos) no Brasil. Ou seja, isso representou um avanço de 167% em comparação com o mesmo mês no ano passado.

As cinco cidades que mais emplacaram foram São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba.

Além da economia financeira oferecida pelo carro e diminuição de poluentes ao meio ambiente, adquirir um veículo eletrificado traz outras vantagens, como por exemplo a isenção do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor), mas isso apenas em alguns estados como no Distrito Federal e no Rio Grande do Sul. Já em outros estados como Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo as taxas possuem um desconto.

Em Alagoas, os carros são isentos no primeiro ano e passa a ter cobrança no segundo. Em Pernambuco, Minas Gerais e Maranhão os veículos passam a ter isenção do IPVA caso sejam fabricados e emplacados em seus respectivos estados.

O Paraná fazia parte do grupo que isentava a cobrança desde 2019, a lei que garantia essa situação terminou em dezembro de 2023 e não houve prorrogação. Passando os veículos eletrificados emplacados no estado a integrar a tabela de valores venais para o cálculo do IPVA.

Segundo o Governo do Paraná, teria sido adotado essa medida de isenção para incentivar a compra de carros elétricos e híbridos, em prol das políticas públicas a favor das matrizes limpas, e com o aumento da frota de carros de mais de 50% em um ano, essa evolução foi usada como justificativa para acabar com o benefício.

São Paulo

No começo de junho, em São Paulo, os deputados aliados ao governador articularam para aprovar na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) o projeto que isenta do IPVA carros híbridos e movidos a hidrogênio que custem até 250 mil reais.

A proposta tem dividido a bancada, pois em 2023 houve o veto do projeto que isentava os carros elétricos da cobrança do IPVA. Se aprovado, a isenção será em 2025 e 2026, e seguindo com uma alíquota progressiva a partir de 2027, sendo os seguintes carros:

  • FCEV (Hydrogen Fuel Cell Electric Vehicle) movido a hidrogenio
  • PHEV (Plug-in Hybrid Electric Vehicle) híbrido com conector externo para recarga
    com a possibilidade do uso de gasolina ou etanol
  • HEV (Hybrid Electric Vehicle) híbrido pleno com sistema próprio para gerenciar os
    motores elétricos e a combustão
  • MEV (mIld Hybrid Electric Vehicle) híbrido leve com a eletricidade auxiliando a
    reduzir a queima de combustível nas partidas

Receba as mais lidas da semana por e-mail

3 comentários

  • MARCOS LIMA
    21/06/2024 às 12:56

    Na minha opinião os carros elétricos são poluentes indiretamente pois precisam de uma fonte externa que trás danos ao meio ambiente para recarregar plugados em uma tomada elétrica, no mundo de hoje creio que ele deveriam ser alto carregáveis com sistemas de regeneração de energia como os híbridos e ou com placas solares recarregando os veículo com placas de energia solar, colocados por exemplo nos tetos dos veículo ja tem no mercado placas solares flexíveis que atenderia tranquilamente essa proposta, enquanto o carro estivesse parado no sol e em movimento essas placas gerariam energia 100% limpa para recarregar essas baterias, juntando como sistema de regeneração de energia como nos híbridos (esses dependendo do tipo de condução e da velocidade do veiculo roda com motor elétrico, este sistema elétrico que também poderiam ter os painéis no teto para ajudar nesse carregamento das baterias) dessa forma poderíamos dizer que esses carros seriam veículos ecológicos, na atual situação eles continuam poluindo de forma indireta no caso dos 100% elétricos nem se fala nos híbridos que estão consumindo combustível fóssil, hoje eu não compraria um carro elétrico de forma alguma pela baixa autonomia deles, valor muito alto para pouco carro, transtornos para tirar o carro do local caso a bateria fique sem carga(não pode nem empurrar porque trava os freios) muito complicado ter um desses hoje, a mesma coisa as motos e bicicletas elétricas o mesmo transtorno de autonomia baixissima, sem contar que tem relatos de proprietários aqui na net que o carro marca autonomia de x km e a bateria cai do nada, muito complicado isso

  • Jose Ruiz
    23/06/2024 às 12:56

    meu carro é um Tiggo 5 Hibrido 22/23, gostaria de saber se tenho direito a desconto ou isenção de IPVA, visto que paguei o meu IPVA deste ano integral, sem desconto, como faço para receber de volta……..

    • Mariana Czerwonka
      24/06/2024 às 09:59

      José

      Em qual estado está registrado o veículo?

      Equipe Portal

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *