Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

13 de julho de 2024

Nova lei irá alterar exigências para mudança de categoria da CNH


Por Mariana Czerwonka Publicado 04/08/2022 às 16h00 Atualizado 08/11/2022 às 21h06
Ouvir: 00:00

Assim como foi feito para as categorias D e E na recente alteração da Lei 14071/20, agora haverá alterações nas exigências para habilitar-se na categoria C.

Ao tirar a primeira habilitação o condutor só pode habilitar-se nas categorias A (moto) e B (carro). Para mudança de categoria da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para C, D ou E, há novas exigências e deve ser feito um novo processo com etapas diferentes da formação inicial do condutor. Atualmente, mudar de categoria da CNH pode significar a conquista de uma nova profissão. Para dirigir veículos de transporte coletivo, escolar e de cargas, por exemplo, além de curso especializado é preciso ter uma dessas três categorias.

Recentemente, a Lei 14071/20 alterou os critérios para mudança para categoria D e E, no entanto, nada havia mudado em relação a categoria C. Agora, o Projeto de Lei de Conversão da Medida Provisória nº 1.112/22, que foi aprovado no Senado ontem (03/08) e só aguarda sanção presidencial, corrigiu essa questão e alterou as exigências para quem pretende se habilitar na categoria C.

Atualmente, quem pretende mudar para categoria C, não pode ter multa por infração grave ou gravíssima e nem ser reincidente em multa por infração média nos últimos 12 meses. A partir do momento que a nova lei entrar em vigor, haverá uma flexibilização na regra. Bastará o candidato não ter cometido mais de uma infração gravíssima nos últimos doze meses.

Veja requisitos para mudança de categoria da CNH para C, D e E

O primeiro passo para mudar de categoria de CNH é procurar um Centro de Formação de Condutores (CFC). Depois disso, é necessário pagar as taxas referentes ao processo e fazer as aulas práticas de direção veicular correspondente à categoria pretendida.

Requisitos para solicitar a Categoria C:

  • Ter pelo menos 1 ano de habilitação na categoria B.
  • Não ter sido multado por falta grave ou gravíssima, nem ser reincidente em multa por infração média (atualmente)/ Não ter cometido mais de uma infração gravíssima nos últimos 12 meses (depois da entrada em vigor na nova lei).
  • Conseguir aprovação em exame de aptidão física e mental.
  • Realizar curso prático de 20 horas/aula bem como teste de direção veicular.

Requisitos para solicitar a Categoria D:

  • Ser habilitado na categoria “C” por pelo menos 1 ano, ou no mínimo, 2 anos na categoria “B”.
  • Ter mais de 21 anos bem como ser aprovado em exame de aptidão física e mental.
  • Não ter cometido mais de uma infração gravíssima nos últimos 12 meses.
  • Realizar curso prático de 20 horas/aula e teste de direção veicular.

Requisitos para solicitar a Categoria E:

  • Estar habilitado há pelo menos um ano na categoria “C”. Quando o condutor, oriundo da categoria B, pretender mudar da categoria D para E, deve estar habilitado há, no mínimo, um ano na categoria D (Res.789/20).
  • Ter mais de 21 anos bem como ser aprovado em exame de aptidão física e mental.
  • Não ter cometido mais de uma infração gravíssima nos últimos 12 meses.
  • Realizar curso prático de 20 horas/aula e teste de direção veicular.

Dirigir veículo incompatível

Dirigir um veículo com CNH ou Permissão para Dirigir (PPD) incompatível com a categoria do veículo, por exemplo, é infração gravíssima, com multa de R$ 586,94. Além disso, é prevista a retenção do veículo até a apresentação de condutor habilitado.

Categorias de habilitação

O PL de Conversão da MP nº 1.112/22 também trouxe alterações nas descrições das categorias de habilitação.

De acordo com Julyver Modesto, especialista em legislação de trânsito, as categorias de habilitação passam a prever, expressamente, a abrangência das categorias “inferiores” pelas “superiores”. Ou seja, quem possui categoria C também estará autorizado a conduzir os veículos para os quais se exijam categoria B. Assim como, quem possui categoria D poderá conduzir veículos das categorias C e B.

“Deixou-se, entretanto, de se incluir, taxativamente, a mesma regra para a categoria E. Também passa a ser prevista a possibilidade de condução de combinação de veículos por condutores das categorias B, C ou D, quando não atingir as capacidades exigidas para categoria E. Ambas as regras já são aplicáveis atualmente, com previsão na Resolução do Contran n. 789/20, e passarão a estar no texto legal”, explica o especialista.

Conforme a MP, o texto ficará dessa forma no Código de Trânsito Brasileiro (CTB):

I – Categoria A – condutor de veículo motorizado de duas ou três rodas, com ou sem carro lateral;

II – Categoria B – condutor de veículo motorizado, não abrangido pela categoria A, cujo peso bruto total não exceda a três mil e quinhentos quilogramas e cuja lotação não exceda a oito lugares, excluído o do motorista;

III – Categoria C – condutor de veículo abrangido pela categoria B e de veículo motorizado utilizado em transporte de carga, cujo peso bruto total exceda a três mil e quinhentos quilogramas;

IV – Categoria D – condutor de veículo abrangido pelas categorias B e C e de veículo motorizado utilizado no transporte de passageiros, cuja lotação exceda a oito lugares, excluído o do motorista;

V – Categoria E – condutor de combinação de veículos em que a unidade tratora se enquadre nas categorias B, C ou D e cuja unidade acoplada, reboque, semirreboque, trailer ou articulada tenha 6.000 kg (seis mil quilogramas) ou mais de peso bruto total, ou cuja lotação exceda a 8 (oito) lugares.

Veja outras modificações da MP aprovada no Congresso, além da exigência da mudança de categoria da CNH, que alteram o CTB 

A nova lei ainda depende de sanção presidencial que deve acontecer nos próximos dias.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *