Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

25 de julho de 2024

Os números nas rodovias do Brasil


Por Talita Inaba Publicado 05/12/2012 às 02h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h56
Ouvir: 00:00

Informações divulgadas pela Polícia Rodoviária Federal no último dia 19 revelam uma redução no número de mortes no trânsito. Os dados são discrepantes entre os estados, pois enquanto a maioria obteve redução, a Bahia, por exemplo, obteve um aumento de 44% no número de mortes durante o feriado da Proclamação da República.

O Rio de Janeiro foi o estado com maior queda no número de acidentes, passando de 315 para 166. Uma redução de 47%. Em contrapartida, os cinco estados onde mais houve acidentes foram Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Bahia.

No geral, os acidentes nas rodovias federais caíram 26% no feriado em relação ao mesmo período de 2011. No feriado deste ano, foram 2.310 acidentes, ante 3.124, em igual período do ano passado.

De acordo com a especialista de trânsito Elaine Sizilo, “enquanto as medidas de âmbito nacional, estadual e municipal não forem realizadas conjuntamente, onde uma entidade reforce a ação da outra, dificilmente será possível ter uma redução completa”. Ainda de acordo com Elaine, é necessário que todas as instituições do Sistema Nacional de Trânsito cumpram suas atribuições com o mesmo propósito, rigor, condições e qualidade para se alcançar resultados mais efetivos no país como um todo.

Leia mais:
Mortes nas rodovias federais caem 19% no último feriado
Rodovias federais do Pará têm feriado sem mortes em 2012

Segundo Elaine, quando se tem leis mais rígidas e adequadas a realidade da população – sustentadas por pesquisas e estatísticas atualizadas- , aliadas a uma fiscalização com número de agentes e equipamentos suficientes para uma ação contínua e em locais diversificados, reforçadas por campanhas e ações educativas de qualidade, com linguagem acessível e que realmente sejam compreendidas pelo público-alvo, se torna possível pensar na mudança da situação atual do trânsito brasileiro, explica.


Alguns números pelo país


Bahia –
Aumento de 44% no número de mortes, subindo de nove para 13 se comparado com o mesmo período de 2011.
Pará – Rodovias federais não registraram mortos.
Espírito Santo – O número de mortos caiu 66,66%, passando de seis para dois registros de morte.
Minas Gerais – No total, 15 pessoas morreram e 228 ficaram feridas, sendo que em 2011 foram 22 mortes e 370 feridos.
São Paulo – Foram registrados 169 acidentes, 64 feridos e 4 mortos. As mortes caíram 33%.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *